Conecte-se conosco

Esporte

Jogador que agrediu árbitro no RS é preso e pode responder por tentativa de homicídio

O jogador do São Paulo-RS que agrediu o árbitro durante

Publicado

em

O jogador do São Paulo-RS que agrediu o árbitro durante uma partida da Série A2 do Campeonato Gaúcho foi preso em flagrante e levado à Penitenciária Estadual de Venâncio Aires, na região central do estado. De acordo com o delegado que cuida do caso, o atleta será indiciado pelo crime de tentativa de homicídio.

O meia-atacante William Ribeiro agrediu o árbitro Rodrigo Crivellaro durante a partida entre Guarani, de Venâncio Aires, e São Paulo, de Rio Grande, no Estádio Edmundo Feix. O árbitro ficou desacordado e precisou ser levado às pressas para um hospital, de onde recebeu alta na manhã desta terça-feira.

A agressão foi registrada pela transmissão da FGF TV. Aos 15 minutos do segundo tempo, William Ribeiro reclamou de falta em um lance de ataque. O árbitro paralisou a partida para advertir o atleta. Foi quando recebeu um soco e empurrões e, já caído no chão, foi atingido com um chute na cabeça.

O juiz fica imóvel após sofrer a agressão, e jogadores das duas equipes imediatamente chamam atendimento médico. William Ribeiro foi preso ainda dentro do estádio, prestou depoimento na delegacia e foi encaminhado à penitenciária da cidade.

Segundo o delegado responsável pela ocorrência, Vinícius Assunção, o jogador do São Paulo será indiciado por tentativa de homicídio, já que o árbitro não teve “chance de defesa”.

– Ele já tinha levado um golpe quando estava em pé e caiu sem chance de defesa. Poderíamos estar diante de uma morte e até uma lesão cerebral gravosa – afirmou o delegado.

A reportagem do ge ainda não conseguiu contato com a defesa do jogador. O São Paulo de Rio Grande divulgou uma nota oficial lamentando o episódio e anunciou a rescisão de contrato com o atleta.

A partida foi suspensa após a agressão e será retomada às 15h30 desta terça-feira, a partir dos 14 minutos do segundo tempo. O Guarani vencia por 1 a 0, em jogo válido pela 12ª rodada da competição.

Esporte

Noite de Libertadores tem clássico mineiro América x Atlético

A quarta rodada da Libertadores

Publicado

em

A quarta rodada da Libertadores da América vai ter clássico mineiro América x Atlético às 21h30 (horário de Brasília) desta terça-feira (3), no Estádio Independência, em Belo Horizonte. O jogo do Grupo D, que tem na ponta os equatorianos do Indepediente del Valle (cinco pontos). O Galo está na vice-liderança (quatro) e o Coelho na lanterna, com apenas um ponto.

Para seguir vivo na Libertadores, o América precisa vencer dentro do Estádio Independência. O técnico Vagner Mancini tem alguns desfalques, entre eles o atacante Wellington Paulista. O treinador, porém, conta com o meia colombiano Índio Ramírez, autor do gol da vitória do Coelho, no último final de semana, contra o Athletico-PR pela Série A do Campeonato Brasileiro.

“O triunfo no começo é importante, a gente está pensando somente no triunfo, em fazer um ótimo jogo. Vamos esperar o professor dizer o que quer e fazer dentro do campo. E depois do jogo é pensar no Brasileiro, acho que são dois campeonatos totalmente diferentes”, disse o meia.

Mais confortável na tabela, o Atlético vêm de uma sequência de três empates contra Goiás, Indepediente Del Valle e Coritiba. Em todas estas partidas, o Galo abriu o marcador, mas deixou a escapar a vitória. Para o lateral Guilherme Arana, este recente retrospecto não atrapalha no clássico desta noite.

“Claro que a gente não está satisfeito com o que está acontecendo. A gente se cobra bastante o que tem que melhorar, o que tem de ajustar, e estamos trabalhando em cima disso. Tenho certeza que todos nós não estamos contentes com os empates, mas é trabalhar e aperfeiçoar o que não está bem”, ponderou Arana.

No primeiro clássico mineiro pela Libertadores, Atlético e América empataram em 1 a 1 no Mineirão. O Galo, porém, quer manter o bom retrospecto: há seis anos não sabe o que é perder para o Coelho. Neste período, foram 20 jogos, com 14 vitórias atleticanas e seis empates.

Continue lendo

Esporte

Fluminense enfrenta Coritiba em seu primeiro jogo após saída de Abel

Na primeira partida após a saída do técnico

Publicado

em

Na primeira partida após a saída do técnico Abel Braga, o Fluminense visita o Coritiba, a partir das 16h (horário de Brasília) deste domingo (1) no estádio Couto Pereira, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro. A partida contará com a transmissão ao vivo da Rádio Nacional.

Após uma série de apresentações muito ruins (que culminaram na derrota para o Internacional no Brasileiro e no empate sem gols com o Unión Santa Fe na Copa Sul-Americana com direito a pênalti desperdiçado no fim) o técnico Abel Braga pediu para deixar o comando da equipe das Laranjeiras.

Assim, sob o comando do técnico interino Marcão, o grande desafio do Tricolor será voltar a apresentar um bom futebol que lhe permita somar pontos no Brasileiro. Caso o treinador opte pela formação que usou na última temporada, quando comandou a equipe após a saída de Roger Machado, ele deve optar pelo 4-4-3, ao invés da formação com três zagueiros que era adotada por Abel.

Coxa confiante

Apesar de ter os mesmos quatro pontos do Fluminense na classificação do Brasileiro, o Coritiba vive um momento de confiança, em especial após arrancar um empate por 2 a 2 com o Atlético-MG na última rodada.

O zagueiro Luciano Castán concorda com a avaliação de que o Coxa vive um bom momento, mas afirma que a equipe deve se esforçar para continuar caminhando bem no decorrer de toda a temporada: “Nosso início de temporada é muito bom, conseguimos a taça do Paranaense após alguns anos, uma vantagem contra o Santos na Copa do Brasil, mas ainda não é tudo, estamos distantes do nosso principal objetivo, que é ter o Coritiba competitivo no campeonato inteiro. Nosso maior desafio é manter a boa performance nas duas competições, para que no final do ano possamos comemorar”.

Continue lendo

Esporte

Vasco recebe Ponte Preta em busca da primeira vitória na Série B

Vasco e Ponte Preta fecham nesta

Publicado

em

Vasco e Ponte Preta fecham nesta noite a quarta rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Ainda sem vencer nesta edição, o Cruzmaltino soma três pontos, um a menos que o time de Campinas (SP) que empatou dois jogos e venceu o último contra o CRB. O duelo em São Januário, com início às 21h30 (horário de Brasília), será transmitido ao vivo na Rádio Nacional, com narração de André Luiz Mendes, comentários de Waldir Luiz e reportagem de Bruno Mendes.

O time carioca, comandado pelo técnico Zé Ricardo, entra em campo pressionado após 11 jogos sem vencer, três deles na Série B – 1 a 1 na estreia em casa contra o Vila Nova; 1 a 1 contra o CRB em Maceió e, por último, 0 a 0 com a Chapecoense também fora de casa.

Anderson Conceição, zagueiro do Cruzmaltino, enxerga o jogo desta noite como um divisor de águas.

“Infelizmente começamos como não queríamos, claro que tem pressão do Vasco, camisa gigante. O que temos que fazer é suportar unidos, Série B não é campeonato de três rodadas, é de 38. Tem que estar preparado para passar por todas as fases. Claro que quero ganhar as 38 rodadas, mas é impossível. O que tem que fazer nesse momento é ter tranquilidade, nos unir mais”, defendeu o jogador durante coletiva.

Já a Ponte Preta vem embalada pelo primeiro triunfo na Série B, obtido no sábado (23), dentro de casa: 1 a 0 sobre o CRB. O técnico Hélio dos Anjos poderá contar esta noite com o retorno do volante Moisés Ribeiro, que cumpriu suspensão no jogo anterior. No entanto, terá de driblar os desfalques do volante Wesley (em recuperação de um desconforto muscular) e do zagueiro Léo Santos (ainda em reabilitação de dores no joelho).

Quem está motivado a garantir mais três pontos para a Macaca é Amaral, volante de 18 anos, revelação da base.

“É um jogo difícil, sabemos que Vasco é uma equipe forte, grande no cenário brasileiro, mas conquistamos uma vitória que nos deu confiança e estamos trabalhando forte para buscar mais três pontos”, disse o jovem atleta.

Cláudia Soares Rodrigues

Continue lendo

Trending