Conecte-se conosco

Esporte

Brasil se classifica para segunda fase do Mundial feminino de handebol

A seleção feminina de handebol encerra nesta segunda-feira

Publicado

em

A seleção feminina de handebol encerra nesta segunda-feira (6) a participação na primeira parte do Campeonato Mundial da modalidade, realizado na Espanha. A partir das 14h (horário de Brasília), as brasileiras enfrentam o Paraguai no pavilhão Cidade de Castellón, pela última rodada do Grupo G.

Campeã mundial em 2013, a equipe está garantida na segunda fase, após vencer os dois jogos que fez até o momento. O último deles no sábado (4): 29 a 25 sobre o Japão. Na estreia, o triunfo foi contra a Croácia, por 30 a 25.

Na próxima fase, as brasileiras estarão no Grupo 4, novamente com Japão e Croácia (também já classificados, mas que não voltam a pegar o Brasil) e terão pela frente os três mais bem colocados do Grupo H, que reúne China, Argentina, Áustria e a anfitriã Espanha.

A seleção leva consigo os quatro pontos somados com as vitórias sobre croatas e japonesas. Somente duas equipes, entre as seis da nova chave, avançam às quartas de final.

Contra as japonesas, as brasileiras encontraram mais dificuldades para finalizar que na estreia. A seleção foi para o intervalo com aproveitamento de 52% nos chutes. Diante da Croácia, a equipe esteve sempre acima dos 60% e encerrou a partida na casa dos 70%.

Apesar de Ana Paula Belo ter balançado as redes quatro vezes, a goleira Sakura Kametani deu trabalho e ajudou as orientais a ficarem dois a três gols à frente. Ao final dos 30 primeiros minutos, o Japão vencia por 15 a 12.

O jogo foi outro no segundo tempo. A exclusão de Yumi Kitahara por dois minutos, após uma infração, fez o Japão abrir mão da goleira para seguir com seis jogadoras na linha e acabou sendo decisiva.

O Brasil balançou as redes em sequência e passou à frente de vez. O aproveitamento de chutes (considerando toda a partida) subiu para 64% e as brasileiras acertaram os cinco tiros de sete metros (equivalente ao pênalti do handebol) que tiveram. O Japão desperdiçou duas oportunidades assim.

Adriana Doce foi artilheira da partida, com sete gols, seguida por Tamires Araújo, que marcou seis vezes. A goleira Renata Arruda, que substituiu Babi Arenhart no retorno do intervalo, também se destacou. Além de defesas importantes, impedindo a reação japonesa, ela própria fez um dos gols brasileiros no jogo.

Eliminado na primeira fase do torneio feminino da Olimpíada de Tóquio (Japão), o Brasil disputa o Mundial renovado, com apenas duas remanescentes do título mundial em 2013: Babi e Ana Paula. O técnico é Cristiano Rocha, ex-auxiliar do espanhol Jorge Dueñas, treinador da seleção pelos três últimos anos e que foi demitido após os Jogos.

Edição: Maria Claudia

Esporte

Noite de Libertadores tem clássico mineiro América x Atlético

A quarta rodada da Libertadores

Publicado

em

A quarta rodada da Libertadores da América vai ter clássico mineiro América x Atlético às 21h30 (horário de Brasília) desta terça-feira (3), no Estádio Independência, em Belo Horizonte. O jogo do Grupo D, que tem na ponta os equatorianos do Indepediente del Valle (cinco pontos). O Galo está na vice-liderança (quatro) e o Coelho na lanterna, com apenas um ponto.

Para seguir vivo na Libertadores, o América precisa vencer dentro do Estádio Independência. O técnico Vagner Mancini tem alguns desfalques, entre eles o atacante Wellington Paulista. O treinador, porém, conta com o meia colombiano Índio Ramírez, autor do gol da vitória do Coelho, no último final de semana, contra o Athletico-PR pela Série A do Campeonato Brasileiro.

“O triunfo no começo é importante, a gente está pensando somente no triunfo, em fazer um ótimo jogo. Vamos esperar o professor dizer o que quer e fazer dentro do campo. E depois do jogo é pensar no Brasileiro, acho que são dois campeonatos totalmente diferentes”, disse o meia.

Mais confortável na tabela, o Atlético vêm de uma sequência de três empates contra Goiás, Indepediente Del Valle e Coritiba. Em todas estas partidas, o Galo abriu o marcador, mas deixou a escapar a vitória. Para o lateral Guilherme Arana, este recente retrospecto não atrapalha no clássico desta noite.

“Claro que a gente não está satisfeito com o que está acontecendo. A gente se cobra bastante o que tem que melhorar, o que tem de ajustar, e estamos trabalhando em cima disso. Tenho certeza que todos nós não estamos contentes com os empates, mas é trabalhar e aperfeiçoar o que não está bem”, ponderou Arana.

No primeiro clássico mineiro pela Libertadores, Atlético e América empataram em 1 a 1 no Mineirão. O Galo, porém, quer manter o bom retrospecto: há seis anos não sabe o que é perder para o Coelho. Neste período, foram 20 jogos, com 14 vitórias atleticanas e seis empates.

Continue lendo

Esporte

Fluminense enfrenta Coritiba em seu primeiro jogo após saída de Abel

Na primeira partida após a saída do técnico

Publicado

em

Na primeira partida após a saída do técnico Abel Braga, o Fluminense visita o Coritiba, a partir das 16h (horário de Brasília) deste domingo (1) no estádio Couto Pereira, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro. A partida contará com a transmissão ao vivo da Rádio Nacional.

Após uma série de apresentações muito ruins (que culminaram na derrota para o Internacional no Brasileiro e no empate sem gols com o Unión Santa Fe na Copa Sul-Americana com direito a pênalti desperdiçado no fim) o técnico Abel Braga pediu para deixar o comando da equipe das Laranjeiras.

Assim, sob o comando do técnico interino Marcão, o grande desafio do Tricolor será voltar a apresentar um bom futebol que lhe permita somar pontos no Brasileiro. Caso o treinador opte pela formação que usou na última temporada, quando comandou a equipe após a saída de Roger Machado, ele deve optar pelo 4-4-3, ao invés da formação com três zagueiros que era adotada por Abel.

Coxa confiante

Apesar de ter os mesmos quatro pontos do Fluminense na classificação do Brasileiro, o Coritiba vive um momento de confiança, em especial após arrancar um empate por 2 a 2 com o Atlético-MG na última rodada.

O zagueiro Luciano Castán concorda com a avaliação de que o Coxa vive um bom momento, mas afirma que a equipe deve se esforçar para continuar caminhando bem no decorrer de toda a temporada: “Nosso início de temporada é muito bom, conseguimos a taça do Paranaense após alguns anos, uma vantagem contra o Santos na Copa do Brasil, mas ainda não é tudo, estamos distantes do nosso principal objetivo, que é ter o Coritiba competitivo no campeonato inteiro. Nosso maior desafio é manter a boa performance nas duas competições, para que no final do ano possamos comemorar”.

Continue lendo

Esporte

Vasco recebe Ponte Preta em busca da primeira vitória na Série B

Vasco e Ponte Preta fecham nesta

Publicado

em

Vasco e Ponte Preta fecham nesta noite a quarta rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Ainda sem vencer nesta edição, o Cruzmaltino soma três pontos, um a menos que o time de Campinas (SP) que empatou dois jogos e venceu o último contra o CRB. O duelo em São Januário, com início às 21h30 (horário de Brasília), será transmitido ao vivo na Rádio Nacional, com narração de André Luiz Mendes, comentários de Waldir Luiz e reportagem de Bruno Mendes.

O time carioca, comandado pelo técnico Zé Ricardo, entra em campo pressionado após 11 jogos sem vencer, três deles na Série B – 1 a 1 na estreia em casa contra o Vila Nova; 1 a 1 contra o CRB em Maceió e, por último, 0 a 0 com a Chapecoense também fora de casa.

Anderson Conceição, zagueiro do Cruzmaltino, enxerga o jogo desta noite como um divisor de águas.

“Infelizmente começamos como não queríamos, claro que tem pressão do Vasco, camisa gigante. O que temos que fazer é suportar unidos, Série B não é campeonato de três rodadas, é de 38. Tem que estar preparado para passar por todas as fases. Claro que quero ganhar as 38 rodadas, mas é impossível. O que tem que fazer nesse momento é ter tranquilidade, nos unir mais”, defendeu o jogador durante coletiva.

Já a Ponte Preta vem embalada pelo primeiro triunfo na Série B, obtido no sábado (23), dentro de casa: 1 a 0 sobre o CRB. O técnico Hélio dos Anjos poderá contar esta noite com o retorno do volante Moisés Ribeiro, que cumpriu suspensão no jogo anterior. No entanto, terá de driblar os desfalques do volante Wesley (em recuperação de um desconforto muscular) e do zagueiro Léo Santos (ainda em reabilitação de dores no joelho).

Quem está motivado a garantir mais três pontos para a Macaca é Amaral, volante de 18 anos, revelação da base.

“É um jogo difícil, sabemos que Vasco é uma equipe forte, grande no cenário brasileiro, mas conquistamos uma vitória que nos deu confiança e estamos trabalhando forte para buscar mais três pontos”, disse o jovem atleta.

Cláudia Soares Rodrigues

Continue lendo

Trending