Conecte-se conosco

Policial

Homem é preso em flagrante por maus-tratos a animais na cidade de Feijó

 A Polícia Civil prendeu em flagrante, N.F.S, de 41 anos de idade no bairro Nair Araújo, na cidade de Feijó

Publicado

em

Após denúncias anônimas de que N.F.S não alimentava seus animais de estimação, deixando-os morrer de fome, uma equipe de policiais civis, com apoio de uma guarnição do Corpo do Bombeiro Militar, deslocou-se ao bairro Nair Araújo para investigar in loco o fato.

“Ao chegarmos no local, foi constatado de forma indubitável a prática do crime de maus tratos, tipificado no artigo 32, § 1º da lei 9.605/98, praticados por N.F.S, ante a inanição dos três cachorros, os quais aparentam não serem alimentados há muitos dias, pois encontram-se muito magros”, pontou o delegado Railson Ferreira.

O crime de maus tratos a cães e gatos teve os limites de sua pena alterada recentemente e agora prevê a reprimenda de reclusão, de 2 (dois) a 5 (cinco) anos, multa e proibição da guarda.

Além dos animais que estavam em estado de penúria, foram localizados, ao lado do quintal da residência do flagranteado, ossadas de possíveis cachorros que talvez tenham sido mortos em decorrência da falta de alimentos.

“O fato observado, consistente em não alimentar os animais choca pela gravidade, mas também pelas condições financeiras que o flagranteado tem, pois trata-se de pessoa que tem emprego, poderia muito bem alimentar seus animais, mas preferiu maltratá-los, mesmo que a morte dos cães adviesse de sua conduta omissa”, ressaltou o delegado.

A parceria com o Corpo de Bombeiros foi imprescindível, os animais foram encaminhados para abrigo, onde receberão cuidados básicos e o preso será encaminhado à audiência de custódia para decisão judicial.

Ascom/Polícia Civil do Acre

Policial

Polícia Civil prende mais de nove quilos de cocaína

Por volta das 13hs, a equipe de investigadores

Publicado

em

a Polícia Civil do Acre através da Delegacia de Repressão ao Narcotráfico (DENARC), apreendeu
9,346 kg (Nove quilos trezentos e quarenta e seis gramas) de Cocaína em um apartamento localizado na Rua Vitória, bairro Conquista.

Por volta das 13hs, a equipe de investigadores recebeu uma denúncia anônima a qual indicava a ação de tráfico de drogas em um conjunto de apartamentos, especificamente indicando o apartamento 06, onde a ação seria o armazenamento de grande quantidade de drogas.

Adentrando ao apartamento de fato foi constatado está totalmente vazio, sem qualquer móvel e ao abrir a porta de acesso a área de serviços foi encontrado a quantidade de droga.

Dada as circunstâncias, todo material foi arrecadado e encaminhado para os procedimentos de praxe e a (s) testemunha (s) foram intimadas para comparecimento nesta especializada.

Apreensão:
9,346 kg (Nove quilos trezentos e quarenta e seis quilogramas) De Cocaína – R$ 111.600,00 (Cento e onze mil e seiscentos reais)
Prejuízo ao crime:
$ 111.600,00 (Cento e onze mil e seiscentos reais).
De acordo com a autoridade policial a investigação segue no sentido de identificar o proprietário da droga e representar por sua prisão.

Ascom

Continue lendo

Policial

PM no AC emite nota sobre sargento e sua esposa que morreram após árvore cair sobre embarcação

O Comando-geral da Polícia Militar publicou

Publicado

em

O Comando-geral da Polícia Militar publicou uma nota de pesar pelo falecimento do sargento José Fernando Silva de Souza e de sua esposa Ayla Dutra Fernandes, ocorrido em Sena Madureira, na tarde desta quinta-feira (27).

O casal e um idoso pescavam no Rio Antymari, no km 52 da BR-364, na divisa dos municípios de Sena Madureira e Bujari, no interior do Acre, quando uma grande tempestade fez com que uma árvore caísse em cima da embarcação em que eles estavam.

Os dois não sobreviveram, mas o idoso está internado em estado de saúde estável.

“Neste momento de grande tristeza e dor, expressamos as nossas mais sinceras condolências e pedimos a Deus que dê conforto aos familiares enlutados, para que possam enfrentar com serenidade a imensurável dor da perda de seu ente querido, e para que traga conforto a vossos corações”, diz um trecho da nota assinada pelo comandante Paulo César Gomes da Silva.

Fernando foi atingido por um dos troncos da árvore e ficou submerso. O idoso que sobreviveu acabou quebrando a perna e, mesmo ferido, ainda conseguiu retirar Ayla dos galhos e levá-la para as margens do rio.

Moradores da região conseguiram socorrer Ayla e o idoso e colocaram as vítimas em uma caminhonete. Eles foram levados até às margens da BR-364, onde o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) já estava aguardando, mas, infelizmente, Ayla morreu.

O corpo da jovem foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), em Rio Branco, para os exames cadavéricos, pelos próprios socorristas do Samu. Uma segunda ambulância de suporte básico que foi atender a ocorrência encaminhou o idoso em estado de saúde estável ao pronto-socorro de Rio Branco.

O Corpo de Bombeiros Militar do município de Sena Madureira foi acionado e também foi até o local, mas não conseguiu encontrar o corpo de Fernando que estava submerso. Os militares voltaram para Sena Madureira e nas primeiras horas desta sexta-feira (27) vão com uma equipe de mergulhadores para resgatar o corpo da vítima.

POR EVERTON DAMASCENO, DO CONTILNET

Continue lendo

Policial

Caminhão com carga de bolachas da Miragina é apreendido com 468 kg de cocaína

Um caminhão que saiu se Rio Branco

Publicado

em

Um caminhão que saiu se Rio Branco para o Rio Grande do Norte supostamente com uma carga de biscoitos água e sal da Miragina foi parado pela Polícia Rodoviária Federal em Poconé, na BR 070, em Mato Grosso e na fiscalização se descobriu 400 tabletes de drogas misturadas à carga, pesando mais de 468 kg.

Durante a fiscalização de rotina, foi solicitado que o condutor manobrasse o veículo de forma a colocá-lo em uma posição que não atrapalhasse os demais usuários da rodovia e também ficasse de forma segura. Entretanto, o motorista teve grande dificuldade em realizar tais manobras para estacionar o veículo, o que levantou a suspeita de que ele não fosse motorista profissional.

Ao ser questionado sobre a viagem, o motorista declarou havia carregado o caminhão em uma fábrica da Miragina em Rio Branco e que levaria o veículo para o estado do Rio Grande do Norte a pedido de uma pessoa a qual ele não conhece pessoalmente. O caminhão seria entregue para um terceiro que compraria o semirreboque, sem que o motorista soubesse o valor ou desse o nome de qualquer envolvido na viagem.

O motorista afirmou que levava uma carga de biscoitos água e sal em caixas, alegando ter acompanhado o carregamento e gravado um vídeo dentro da fábrica da Miragina, em Rio Branco. Mas ainda assim, não sabia o peso da carga e a nota fiscal apresentada possuía indícios de adulteração.

Em uma verificação no veículo e na carga, a PRF descobriu mais de 400 tabletes de drogas, que estavam escondidos nas caixas, embaixo dos pacotes de biscoito. O motorista reiterou que havia carregado a mercadoria em uma fábrica no Rio Branco/AC, da Miragina,com destino a Parnamirim/RN e que seu patrão solicitou que deixasse as carretas em um depósito de sua propriedade durante o final de semana. Relatou ainda que não conhece o contratante pessoalmente, apenas por conversa via aplicativo de mensagem.
Ao total foram apreendidos 468 kg de cocaína, o condutor foi detido, a princípio, pelo crime de tráfico de drogas e encaminhado à Delegacia da Polícia Federal de Cuiabá.

Posição da Miragina

A direção da empresa Miragina negou qualquer envolvimento com a carga apreendida em Mato Grosso. O diretor José Luís informou que apenas confirma a venda de uma carga de bolachas, que saiu incólume e devidamente vedada da fábrica e que a empresa acreana não tem responsabilidade sobre o manuseio após entrega.

A Miragina diz que aconteceu uma venda comum, com pagamento à vista pelo pix, no valor de R$ 50 mil. Que existe um vídeo mostrando o carregamento do caminhão na empresa e que aí termina a responsabilidade da fábrica acreana. Informa ainda que, no vídeo da Polícia Rodoviária é possível ver o policial confirmando adulteração nos adesivos de fechamento das caixas de biscoito, mostrando que a droga foi inserida após a venda. A empresa está colaborando com a polícia.

A Tribuna

Continue lendo

Trending