Conecte-se conosco

Outras

Anvisa concede registro definitivo para a vacina da Pfizer

Publicado

em

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) concedeu hoje (23) o registro definitivo à vacina contra a covid-19 desenvolvida pela farmacêutica norte-americana Pfizer em parceria com a empresa de biotecnologia alemã BioNtech. A concessão do registro foi anunciada pelo diretor-presidente da agência reguladora, Antônio Barra Torres, que destacou que a análise para a liberação do imunizante levou 17 dias.

“O imunizante do Laboratório Pfizer/Biontech teve sua segurança, qualidade e eficácia aferidas e atestadas pela equipe técnica de servidores da Anvisa, que prossegue no seu trabalho de proteger a saúde do cidadão brasileiro”, disse Barra Torres ao anunciar o registro. “Esperamos que outras vacinas estejam, em breve, sendo avaliadas e aprovadas”, acrescentou.

A vacina é a primeira a obter o registro definitivo no Brasil. O imunizante se chama Cominarty. A empresa entrou no dia 6 de fevereiro com o pedido de registro definitivo da vacina contra a covid-19. O imunizante, entretanto, ainda não está disponível no país.

Em dezembro, a Pfizer já havia anunciado que não faria pedido para uso emergencial da sua vacina no Brasil, e que seguiria o processo de submissão diretamente para um registro definitivo. À época, a empresa disse considerar o procedimento “mais célere”, além de mais amplo.

Segundo a Pfizer, 2,9 mil voluntários participaram dos testes clínicos de sua vacina no Brasil. No mundo todo, foram 44 mil participantes em 150 centros de seis países, incluindo África do Sul, Alemanha, Argentina, Estados Unidos e Turquia. Os resultados da terceira e última fase de testes do imunizante, divulgados em novembro, apontaram eficácia de 95% contra o novo coronavírus (covid-19).

De acordo com a Anvisa, o registro “abre caminho para a introdução no mercado de uma vacina com todas as salvaguardas, controles e obrigações resultantes dessa concessão”. Até então, as vacinas aprovadas no Brasil são para uso emergencial: a CoronaVac, produzida pelo Instituto Butantan em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac, e a vacina produzida pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) em parceria com a Universidade de Oxford e o laboratório inglês AstraZeneca.

De acordo com a Anvisa, entre as autoridades referendadas pela Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), a agência reguladora brasileira é a primeira a conceder o registro de uma vacina contra a covid-19.

O pedido de registro definitivo é o segundo que a Anvisa recebe para uma vacina contra a covid-19. O primeiro foi feito em 29 de janeiro e é relativo à vacina desenvolvida pela farmacêutica AstraZeneca em parceria com a Universidade de Oxford, que já tem autorização para uso emergencial no país.

Andreia Verdélio

Continue lendo

Outras

Acre recebe mais de mil doses de vacina contra a Covid-19 nesta quarta

O governo do Acre recebeu na tarde desta quarta-feira, 15

Publicado

em

O governo do Acre recebeu na tarde desta quarta-feira, 15, mais uma remessa de vacinas contra a Covid-19. São 1.170 doses da fabricante Pfizer para o processo de imunização dos acreanos. Esta é a 49ª pauta de distribuição enviada pelo Ministério da Saúde (MS).

Esta é a 49ª pauta de distribuição enviada pelo Ministério da Saúde (MS). Foto: Junior Aguiar/Sesacre
Após a chegada dos imunizantes, o governo do Estado se torna responsável pela distribuição imediata aos municípios que estão recebendo lotes da Pfizer e que são responsáveis pelo cronograma de vacinação. A logística de entrega desenvolve-se com o auxílio das demais instituições, como a Segurança Pública, para que os imunizantes cheguem de forma célere e segura às localidades mais isoladas.

O governo do Acre, por meio das equipes de imunização do Estado, está desenvolvendo nos municípios a ação intitulada Caravana da Vacinação, que tem como objetivo auxiliar as secretarias municipais de Saúde a atingir maior número de cidadãos. Além disso, a vacina contra a Covid-19 também é aplicada em ações do Programa Saúde Itinerante, para que o quanto antes seja alcançada a imunidade de rebanho.

Taís Nascimento

Continue lendo

Outras

Diga graças a Deus, mais um dia sem mortes por covid-19 no Acre

A Secretaria de Estado de Saúde do Acre

Publicado

em

A Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre), por meio do Departamento de Vigilância em Saúde (DVS), registrou 2 novos casos de infecção por coronavírus nesta quarta-feira, 15. O número de infectados permanece em 87.916.

Até o momento, o Acre registra 247.541 notificações de contaminação pela doença, sendo que 159.619 casos foram descartados e 6 exames de RT-PCR seguem aguardando análise do Laboratório Central de Saúde Pública do Acre (Lacen) ou do Centro de Infectologia Charles Mérieux. Pelo menos 85.891 pessoas já receberam alta médica da doença, sendo que 18 seguiam internadas até o fechamento deste boletim.

Os dados da vacinação contra a Covid-19 no Acre podem ser acessados no Painel de Monitoramento da Vacinação, disponível no endereço eletrônico: http://covid19.ac.gov.br/vacina/inicio. As informações são atualizadas na plataforma do Ministério da Saúde (MS), ficando sujeitas a alterações constantes, em razão das informações inseridas a partir de cada município.

Nenhuma notificação de óbito foi registrada nesta quarta-feira, 15, fazendo com que o número oficial de mortes por Covid-19 permaneça em 1.816 em todo o estado.

Sobre os casos de Covid-19 no estado, acesse:

Continue lendo

Outras

Faltam 5 dias

Publicado

em

Continue lendo

Trending