Conecte-se conosco

Esporte

Rival vascaíno, Ituano quer coroar arrancada com 1º acesso à Série A

Conhecida pelos “exageros”, a cidade de Itu

Publicado

em

Conhecida pelos “exageros”, a cidade de Itu, no interior de São Paulo, a 102 quilômetros da capital, é a casa do Ituano Futebol Clube. O que nao é exagero é afirmar que o Galo rubro-negro será uma enorme barreira para o Vasco na luta cruzmaltina para retornar à Série A do Campeonato Brasileiro. Ainda mais porque a equipe paulista é concorrente direta por um lugar na primeira divisão nacional em 2023.

O Ituano ocupa o quinto lugar da Série B, com 57 pontos, dois a menos que o Vasco, que está em quarto, neste momento, levando a última vaga à Série A do ano que vem. Paulistas e cariocas estarão frente a frente neste domingo (6), às 18h30 (horário de Brasília), no estádio Novelli Júnior, em Itu, pela última rodada. O empate basta para o Gigante da Colina assegurar o retorno à elite, após duas temporadas. Já o time rubro-negro precisa apenas de uma vitória simples, em casa, para selar o acesso inédito à Série A em 75 anos de história do clube.

“Acredito que, pelas circunstâncias, sim [é o jogo mais importante da história do Ituano]. Tivemos a final [do Campeonato Paulista] contra o Santos, em 2014, quando fomos campeões. Um grande jogo. Mas a dimensão de ser um Campeonato Brasileiro e com esse plano de fundo, uma decisão na última rodada, realmente, acredito que sim”, avaliou Paulo Silvestri, gestor de futebol do Ituano, em entrevista à Agência Brasil.

Lutar pelo acesso não estava nos planos do clube paulista no início da Série B. De volta à segunda divisão após 15 anos, o Galo encerrou o primeiro turno na 16ª colocação, com 20 pontos, próximo à zona de rebaixamento. Na segunda metade da competição, porém, o time rubro-negro deslanchou. Em 18 rodadas, somou 39 pontos, assegurando, por antecipação, a melhor campanha do segundo turno.

“Tínhamos o componente de reaprendermos a jogar a divisão. Acredito que começamos com cautela, um pouco com o freio de mão puxado, mas percebemos à tempo. Fizemos uma mudança na comissão [Mazola Júnior, treinador campeão da Série C com o Ituano em 2021, foi demitido na 17ª rodada]. Nomeamos o Carlos Pimentel [que era auxiliar]. É um excelente profissional, que está conosco há muito tempo, um estudioso do futebol, que conhecia bem o elenco. Com isso, viramos protagonistas”, analisou Silvestri, que não vincula o planejamento de 2023 ao eventual acesso.

“Ao longo de mais de 10 anos de gestão profissional, a história mostra que, a cada ano, o Ituano precisa de progresso. Mais infraestrutura, mais recursos e chegar mais longe no que disputar. É nossa regra. Queremos fazer um Campeonato Paulista forte. É uma competição difícil e que conhecemos bem. Voltaremos à Copa do Brasil, depois de uma longa ausência [a última participação foi em 2018], o que é muito importante para o Ituano. E teremos o Brasileiro, na série que for. Queremos um 2023 melhor que 2022”, projetou o gestor.

Na quarta-feira (2), o Ituano informou que os ingressos para a decisão contra o Vasco estavam esgotados. Foram colocados à venda 14.970 bilhetes. Em casa, o Galo de Itu tem o sétimo melhor desempenho entre os mandantes, com 10 vitórias, seis empates e apenas duas derrotas – a última delas há quatro meses.

“Não há favoritos, mas acredito que vamos vencer”, concluiu o dirigente.

Se o Ituano conquistar o acesso, o futebol paulista deverá ter seis representantes na Série A de 2023. A última vez que o estado teve tantas equipes na elite foi em 2012, com Santos, São Paulo, Corinthians, Palmeiras, Ponte Preta e Portuguesa.

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

Esporte

Cristiano Ronaldo tenta conduzir Portugal às quartas da Copa do Catar

A seleção de Portugal enfrenta a Suíça

Publicado

em

A seleção de Portugal enfrenta a Suíça, a partir das 16h (horário de Brasília) desta terça-feira (6) no Estádio de Lusail, em busca de uma vaga nas quartas de final da Copa do Catar. Para a equipe do atacante Cristiano Ronaldo este seria um grande feito, pois os portugueses não alcançam esta fase da competição desde o Mundial de 2006 (Alemanha).

O técnico da equipe portuguesa, Fernando Santos, reconheceu, em entrevista coletiva concedida na última segunda-feira (5), a longa ausência de seu país nas quartas de um Mundial de seleções: “Tem havido um longo hiato. O que importa é esta partida. Portugal sempre tem a obrigação de vencer”.

Para esta partida, há grande expectativa em torno de Cristiano Ronaldo, que, mesmo com apenas um gol na competição, é a grande estrela da equipe. Mas não é possível deixar de considerar o ótimo momento do meio-campista Bruno Fernandes, artilheiro (com dois gols) e líder de assistências (com dois passes para gol) da equipe.

Porém, do outro lado do gramado estará uma Suíça que conhece bem a forma de atuar de Portugal. As duas equipes se enfrentaram pela Liga das Nações da Uefa em junho deste ano, com os portugueses triunfando por 4 a 1 na ida em Lisboa, mas perdendo de 1 a 0 em Genebra na volta.

Segundo o atacante Xherdan Shaqiri, não é possível fazer uma relação entre o jogo desta terça e as partidas anteriores, pois têm um caráter totalmente diferente: “Na minha opinião será totalmente diferente, pois não é amistoso, não é Liga das Nações, a pressão é alta, e por isso agora é importante lidarmos com esta pressão”.

E o jogador do Chicago Fire (Estados Unidos) afirma que para conseguir a classificação é necessária uma atuação perfeita diante de uma seleção como Portugal: “Precisamos de uma atuação especial. Portugal é um bom time, e os considero os favoritos neste jogo, mas também conhecemos nossas qualidades”.

Mas o último dia de oitavas de final da Copa do Catar terá início às 12h, quando Espanha e Marrocos se enfrentam no Estádio Cidade da Educação. Os marroquinos chegam motivados, após alcançarem as oitavas com a melhor campanha do Grupo F.

Esta não é a primeira vez na qual a equipe africana se classifica às oitavas, o feito já foi alcançado em 1986 (México). Porém, a vitória sobre a Bélgica, um dos favoritos a ficar com o título no Catar, encheu o Marrocos de ânimo para o restante da competição.

No entanto, o técnico Walid Regragui disse em coletiva na última segunda que espera muita dificuldade contra a Espanha, “um dos melhores times do mundo”, que tem todo o favoritismo.

Tentando afastar qualquer risco de sua equipe se deixar levar por um otimismo exagerado, o ex-jogador Luis Enrique, comandante da Espanha, relembrou em entrevista que sua equipe deve manter a atenção diante dos africanos, que chegam “muito motivados após uma fase de grupos espetacular”.

POR-Fábio Lisboa

Continue lendo

Esporte

Primeira Corrida Detran reúne mais de 260 atletas profissionais e amadores

A direção do Departamento Estadual de Trânsito

Publicado

em

A direção do Departamento Estadual de Trânsito do Acre (Detran/AC), realizou neste domingo, 4, em Rio Branco, a 1ª Corrida Detran.

Com mais de 260 participantes, entre servidores do órgão e comunidade, o evento abre as programações de aniversário de 27 anos do órgão.

Corrida abre a semana de programações de aniversário de 27 anos do Detran. Foto: Renato Beiruth/Detran.
Com percursos de 5km e 10km, a corrida teve sua largada às 6h30 na Av. Nações Unidas, na unidade do Detran Veículos.

“Iniciamos hoje a semana de aniversário do Detran. Eu gostaria de agradecer a todos os atletas que compareceram, queremos com esta iniciativa incentivar o esporte. Estamos muito felizes com o sucesso dessa corrida que é a primeira de muitas que virão”, declarou a presidente do Detran/AC, Taynara Martins.

Classificada em 1º lugar na categoria servidora do Detran – 5km, Elisangela Brasil falou sobre sua participação no evento. “Eu gostei muito da iniciativa da direção do órgão, pois estimula a prática de exercícios”, disse.

Participaram da corrida atletas profissionais e amadores. (Foto: Renato Beiruth/Ascom Detran)
A corrida foi organizada por servidores da Coordenadoria Integrada de Fiscalização de Trânsito (Ciftran) e promovida pela empresa Acre Running Eventos e Store, e contou com a colaboração de diversos parceiros.

Andreia Nobre-Agência de Notícias do Acre

Continue lendo

Esporte

Com Neymar recuperado, Brasil enfrenta Coreia do Sul pelas oitavas

Contando com o retorno do atacante Neymar

Publicado

em

Contando com o retorno do atacante Neymar, o Brasil enfrenta a Coreia do Sul, a partir das 16h (horário de Brasília) desta segunda-feira (5) no Estádio 974, em busca de uma vaga nas quartas de final da Copa do Catar.

O retorno do camisa 10 à seleção brasileira é uma ótima notícia, após a ausência na vitória sobre a Sérvia e na derrota para Camarões por causa de uma lesão no tornozelo direito. A confirmação da presença do atacante do PSG (França) na equipe veio após o último treino da equipe, no último domingo (4).

“Sobre o Neymar, ele vai treinar na tarde de hoje. Treinando, estará sim no jogo”, declarou Tite em entrevista coletiva antes da atividade. Como o atacante treinou bem, o retorno está certo.

Outro retorno importante confirmado pelo treinador foi Danilo, que pode ser improvisado na lateral-esquerda, posição para a qual os jogadores convocados não estão disponíveis (Alex Telles foi cortado e Alex Sandro continua se recuperando de lesão). Desta forma, a equipe titular deve ser: Alisson; Éder Militão, Marquinhos, Thiago Silva e Danilo; Casemiro, Lucas Paquetá e Neymar; Raphinha, Richarlison e Vinícius Júnior.

Brasil e Coreia do Sul já se enfrentaram em sete oportunidades na história, com seis vitórias brasileiras e apenas um triunfo sul-coreano. O último encontro foi uma goleada de 5 a 1 da equipe de Tite em partida amistosa disputada em junho deste ano. Mas, mesmo com prognóstico tão positivo, o zagueiro Thiago Silva afirma que espera um confronto difícil nas oitavas de final: “Nosso confronto de amanhã é muito difícil. Sabemos da qualidade da Coreia, time que joga para a frente e gosta de ter a bola. Temos que minimizar o ímpeto deles para obter a classificação. Temos que trabalhar muito para isso. O jogo passado não tem relação alguma com as oitavas de final de uma Copa do Mundo”.

A presença de Neymar é uma preocupação a mais para a Coreia do Sul, como afirmou em entrevista o técnico da equipe, o português Paulo Bento: “Seríamos hipócritas se disséssemos que seria melhor enfrentar o Brasil tendo Neymar. Porém, para ser justo e verdadeiro, prefiro que os melhores jogadores estejam presentes”. Mas o treinador afirmou, que independente da formação do Brasil, tentará fazer o melhor: “Faremos o melhor jogo possível e traçaremos a melhor estratégia para competir com uma grande equipe”.

A equipe sul-coreana chega animada à disputa após se classificar em segundo em um grupo que contava com equipes mais tradicionais como Portugal e Uruguai. Além disso, a equipe do atacante Son Heung-Min ganhou uma dose extra de motivação depois de vencer a seleção de Cristiano Ronaldo por 2 a 1 na última rodada da fase de grupos.

Japão e Croácia
A partir das 12h desta segunda, Japão e Croácia medem forças no Estádio Al Janoub, na cidade de Al Wakrah, para saber quem enfrenta o vencedor de Brasil e Coreia do Sul.

Os europeus, atuais vice-campeões mundiais, são considerados os grandes favoritos. Porém, os nipônicos chegam muito animados após vencerem na primeira fase duas seleções que já conquistaram o título da Copa do Mundo, a Espanha e a Alemanha.

POR-Fábio Lisboa

Continue lendo

Trending