Conecte-se conosco

Política

Prefeituras criam consórcio para compra de vacinas contra covid-19

A Frente Nacional de Prefeitos criou hoje (22) um consórcio nacional para a aquisição de vacinas

Publicado

em

A Frente Nacional de Prefeitos criou hoje (22) um consórcio nacional para a aquisição de vacinas contra a covid-19. O grupo, que ganhou o nome “Conectar”, foi instituído por meio de uma assembleia virtual.

O objetivo é reunir diversas prefeituras para negociar a aquisição de lotes de vacinas contra a covid-19 no mercado internacional e insumos utilizados no atendimento de pacientes infectados com o novo coronavírus. Com a criação hoje, o consórcio vai iniciar as tratativas com farmacêuticas e empresas fornecedoras de insumos.

Até o momento, 2.599 prefeituras manifestaram interesse na iniciativa. Mas a legislação brasileira exige que os municípios aprovem uma lei específica sobre o tema. Até o momento, 1.731 cidades formalizaram a norma municipal.

O consórcio vem sendo construído pela Frente Nacional de Prefeitos desde que o Supremo Tribunal Federal (STF) autorizou a possibilidade da compra de insumos e vacinas por estados e municípios.

“Estamos indo além das nossas obrigações. Nossa obrigação é fazer aplicação da vacina. Mas diante da inércia e da dificuldade de chegar as vacinas aos municípios, nós nos unimos”, explicou o presidente da Frente, Jonas Donizette.

Batalha
O prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PDT), ressaltou que é a primeira vez em que prefeituras se unem. “Aqui não tem diferença entre cidade pequena e grande. São mais de 2 mil municípios para que a gente possa vencer a batalha contra o coronavírus”, disse.

Já o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (DEM), ilustrou o desafio de combater o avanço da pandemia com a situação da capital carioca. O mandatário anunciou medidas mais restritivas de distanciamento e o governador em exercício do estado, Cláudio Castro (PSC), ameaçou judicializar as limitações municipais para fazer valer o decreto mais flexível do governo do estado.

O governador do Piauí e integrante do Consórcio do Nordeste, Wellington Dias (PT), destacou a importância de manter a articulação com o plano nacional de enfrentamento à covid-19. “A vacinação é pauta estratégica. O objetivo é que possamos chegar a 10% do público de vacinados no mínimo ainda em março e atingir os públicos prioritários de idosos e trabalhadores da saúde ainda em abril”, colocou.

Convidado para falar na assembleia, o ministro Gilmar Mendes, do STF, destacou a importância da iniciativa das prefeituras diante do quadro dramático da pandemia de covid-19. “Sei que não é fácil reunir 2 mil municípios para fazer esta concertação. Não nos faltam apenas vacinas, mas temos desafios como a falta de oxigênio e de insumos em geral. Essa iniciativa mostra a vitalidade da nossa federação”, observou.

Para o ex-ministro do STF Carlos Ayres Britto, o consórcio é um “pacto de constitucionalidade”. “É pelas vias da Constituição que vamos resolver este problema, principalmente em uma fase da vida em que a União, com “U” maiúsculo, não faz a força”.

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Felipe Santa Cruz, destacou a importância das prefeituras, instituição da qual a população espera respostas em primeiro lugar, por ser a autoridade que está mais próxima dos cidadãos. “Os senhores são líderes da população brasileira que clama por saúde, por vacina, por economia e por emprego”, ressaltou.

Lílian Beraldo

Continue lendo

Política

Com emenda de Alan Rick, Hospital do Idoso ganha novos monitores cardíacos

Nesta quinta-feira, 02/12, o Hospital do Idoso recebeu

Publicado

em

Nesta quinta-feira, 02/12, o Hospital do Idoso recebeu três monitores cardíacos e nos próximos dias serão entregues outros equipamentos como geladeiras, ar-condicionados e armários, todos frutos de emenda parlamentar de R$ 162 mil direcionada pelo Deputado Alan Rick (DEM).

Também será entregue uma máquina unitizadora de medicamentos – equipamento que automatiza o fracionamento da medicação dando mais segurança na administração dos fármacos adquiridos em grande quantidade. Emenda de aquisição do equipamento já foi paga no valor de R$ 240 mil.

O deputado federal que já está em seu segundo mandato tem direcionado recursos para a saúde do Acre para além do que é de execução obrigatória. Vários outdoors em Rio Branco e nos municípios anunciam os valores. Nos dois mandatos foram mais de R$ 110 milhões, recursos que beneficiaram hospitais regionais, unidades mistas, UPAs da capital e do interior, além de unidades de Saúde dos 22 municípios.

Alan Rick, que está em Brasília, foi representado pelo assessor Carlos Sérgio, na entrega dos equipamentos, na manhã desta quinta-feira, 02/12, e mandou um vídeo cumprimentando os servidores. Na gravação, o parlamentar também anunciou mais investimentos para as unidades que compõem o complexo de saúde da Fundação Hospitalar e para o UNACON.

Entre as emendas já direcionadas no orçamento de 2022, Alan Rick garantiu mais R$ 500 mil para a Fundação Hospitalar.

Para o Hospital do Câncer (UNACON), o parlamentar destinou R$ 1,4 milhão. Desses, R$ 400 já foram pagos para a reforma do prédio.

O diretor-presidente da FUNDHACRE agradeceu a sensibilidade do deputado Alan Rick em relação às necessidades da saúde do Acre, em especial, da Fundação. “Agradecemos esse investimento do seu mandato na FUNDHACRE, em várias frentes, e agora o Hospital do Idoso também sendo contemplado. Esses equipamentos de alta tecnologia vão somar na assistência direta aos nossos pacientes” – completou.

“Também quero agradecer. Obrigada deputado Alan Rick. Com essa aquisição, eu e minhas colegas vamos prestar uma assistência mais adequada aos nossos pacientes. Isso é primordial, principalmente, para o paciente idoso.” – agradeceu a enfermeira Luiza Medeiros, diretora geral do Hospital do Idoso.

Continue lendo

Política

Deracre em Cruzeiro do Sul é alvo de busca e apreensão da Polícia Civil

Agentes da Polícia Civil cumprem mandados

Publicado

em

Agentes da Polícia Civil cumprem mandados de busca e apreensão desde as primeiras horas da manhã desta quinta-feira (2) na sede do Deracre em Cruzeiro do Sul e em residência de gestores do setor no município. A priori não houve prisão.

A ação policial tem por objetivo coletar documentos que indiquem possíveis crimes praticados no setor na região do Juruá.

Por telefone, o diretor do Deracre em Cruzeiro do Sul, Luciano Oliveira, confirmou que houve buscas por documentos em suas residência e de outros chefes de setores e afirmou estar tranquilo e à disposição do trabalho da polícia.

“É o trabalho deles, da polícia. Estou tranquilo. Nosso trabalho do Deracre aqui no Juruá está dando certo, é destaque entre a secretarias do governo. E entendo que a polícia está fazendo seu papel. Algo normal. Também não sou ordenador de despesas”, disse o diretor.

Luciano Oliveira diz não duvidar de que haja cunho político na ação às vésperas das eleições.

Luciano Tavares

Continue lendo

Política

Petecão elogia embaixador no Peru: “Acre vai precisar muito dele”

O Plenário do Senado aprovou

Publicado

em

O Plenário do Senado aprovou nesta quarta-feira (1) com 39 votos favoráveis, 5 contrários e 2 abstenções, a indicação do diplomata Sérgio França Danese para o cargo de embaixador do Brasil no Peru.

No Plenário, o senador Sérgio Petecão elogiou o diplomata e lembrou que o estado do Acre tem fronteira com o Peru. “Lá no Acre vamos precisar muito dele”, disse Petecão.

A República do Peru é o quarto país mais populoso da América do Sul, com 33,5 milhões de habitantes, e o vigésimo mais extenso do mundo (1.285.216 quilômetros quadrados). Está entre os países com maior diversidade biológica e conta com abundância de recursos minerais. Brasil e Peru mantêm Aliança Estratégica desde 2003. Entre os principais temas da relação bilateral estão a integração fronteiriça, o combate a ilícitos transnacionais, o adensamento dos laços econômico-comerciais e a cooperação técnica.

Em 2020, o Brasil se manteve na posição de terceiro maior exportador ao Peru, com exportações de US$ 1,66 bilhão. Um dos desafios da relação é a dinamização da agenda econômico-comercial. Em abril de 2016, os dois países assinaram o Acordo de Ampliação Econômico-Comercial (AAEC), que contempla investimentos, serviços e compras governamentais.

O intercâmbio comercial peruano de 2020 registra queda, com exportações de US$ 39 bilhões (-14% em relação a 2019) e importações de US$ 33,8 bilhões (-15%). O superávit no ano foi de US$ 5,5 bilhões.

Fonte: Agência Senado

Continue lendo

Trending