Conecte-se conosco

Outras

MPAC lança campanha “SOS Acre” para socorrer cidades atingidas por cheia dos rios

O Acre encontra-se em situação de emergência devido ao agravamento da pandemia do coronavírus, surto de dengue, enchentes

Publicado

em

O Acre encontra-se em situação de emergência devido ao agravamento da pandemia do coronavírus, surto de dengue, enchentes, além da crise migratória. Diante desse cenário, o Ministério Público do Estado do Acre (MPAC) realiza a campanha ‘SOS Acre’ para ajudar as famílias atingidas.

A iniciativa conta com a parceria do Tribunal de Justiça do Acre (TJAC) e ganhou força nas redes sociais neste sábado, 20, a partir da mobilização liderada pela acreana Gleici Damasceno e o jornalista Rene Silva, coordenador do Voz das Comunidades.

Outros artistas fizeram coro na divulgação da campanha, entre eles, a escritora de novelas Glória Perez, DJ Alok, Luciano Huck, Preta Gil, Ana Moser, entre outros.

A campanha também ganhou outros apoiadores, são eles: Tribunal Regional do Trabalho da 14ª região (Rondônia e Acre), Associação dos Magistrados da Justiça do Trabalho da 14ª Região (Amatra14), o Sindicato dos Servidores da Justiça do Trabalho de Rondônia e Acre (Sinsjustra), Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) e Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (ANAMATRA).

O Conselho Nacional dos Procuradores-Gerais dos Estados e da União (CNPG) também manifestou apoio à iniciativa, que é coordenada pelo Grupo Especial de Apoio e Atuação para Prevenção e Resposta a Situações de Emergência ou Estado de Calamidade Devido à Ocorrência de Desastres (GPRD) do MPAC.

“Reafirmamos o nosso compromisso de continuar trabalhando incansavelmente para que, em união com o poder público e a sociedade civil, possamos superar esse momento dramático. Conclamamos a sociedade para nos unirmos em solidariedade e ajudar a quem mais precisa”, ressaltou a procuradora-geral de Justiça, Kátia Rejane de Araújo Rodrigues.

A presidente do TJAC, Waldirene Cordeiro, falou da importância da iniciativa neste momento. “O Acre passa por situação muito delicada, enfrentando tantas adversidades ao mesmo tempo. Tivemos a boa notícia da mobilização dos artistas que estão contribuindo com a divulgação dessa situação no estado e apoiando a campanha realizada pelo Ministério Público em parceria com o Tribunal de Justiça de Acre. Agora precisamos agir rápido, unidos e ajudar o maior número possível de pessoas”, disse.

A presidente e corregedora do TRT14, desembargadora Maria Cesarineide de Souza Lima, ressaltou neste sábado (20), que “aderir a essa Campanha é de fundamental importância, por se tratar de um ato humanitário. Desse modo conclamo a todos os magistrados, servidores, advogados e população em geral para que também apoiem e contribuam da maneira que for possível. O momento requer a união e a solidariedade de TODOS”.

O momento é de união

Com mais de 50 mil casos confirmados e perto de mil mortes, a pandemia do coronavírus tem levado ao colapso o sistema de saúde local, com falta de leitos e médicos para atender a grande demanda, o que fez as autoridades retomarem o estado de alerta máxima.
Soma-se a esse quadro a explosão no número de infectados por dengue, sobrecarregando ainda mais os serviços de saúde e seus profissionais.

As fortes e ininterruptas chuvas que castigam todo o estado neste período invernoso preocupam ainda mais. Com o transbordamento de rios e igarapés, algumas cidades já se encontram parcialmente submersas e milhares de famílias desabrigadas, a exemplo de Cruzeiro do Sul, Feijó, Tarauacá e Sena Madureira.

Na fronteira com o Peru, a cidade de Assis Brasil vive uma crise humanitária envolvendo imigrantes retidos. Enfrentando dificuldades para abrigar essas pessoas, o município decretou estado de calamidade pública.

As doações para a campanha podem ser feitas em dinheiro por transferência ou depósito bancário (Ag.: 2359-0 / Conta Corrente: 14.300-6), ou (PIX: 63.589.899/0001-40). Em Rio Branco e no interior, o MPAC está recebendo alimentos, água potável, roupas e material de limpeza.

 

Continue lendo

Outras

Em Sena Madureira, Incêndio criminoso nas matas do Bairro Ana Viera

O Corpo de Bombeiros do Município

Publicado

em

O Corpo de Bombeiros do Município de Sena Madureira, continua trabalhando na tentativa de conter as chamas que tomam conta das matas do Bairro Ana Vieira, podendo a qualquer momento atingir as residências próximas ao local.

Ronaldo Duarte: Acreonline.Net

Continue lendo

Outras

Governo edita decreto que autoriza empréstimo a beneficiários do Auxílio Brasil

O Ministério da Cidadania editou

Publicado

em

O Ministério da Cidadania editou nesta quinta-feira (11) um decreto de lei que autoriza a realização de empréstimo consignado por beneficiários do Auxílio Brasil. O valor do programa de transferência de renda está fixado em R$ 600 até dezembro deste ano. O governo afirma que os juros cobrados serão mais baixos que os praticados pelo mercado.

De acordo com o governo, foram adotadas medidas para evitar o comprometimento da renda dos beneficiários. “A célere regulamentação do dispositivo citado possibilita que os beneficiários do Programa Auxílio Brasil tenham acesso facilitado a crédito, com taxas de juros mais baixas, o que permitirá a tomada de crédito responsável, sem o comprometimento excessivo da renda”, informa o texto divulgado pela Presidência da República.

Esse tipo de empréstimo já estava autorizado para segurados do Regime Geral de Previdência Social (RGPS), como pessoas atendidas pelo Benefício de Prestação Social Continuada (BPC). No caso do Auxílio Brasil, o valor máximo de comprometimento mensal do benefício será de 40%.

Os bancos vão considerar o pagamento de R$ 400, que é o repasse-padrão, tendo em vista que o aumento para R$ 600 vale só até dezembro, inicialmente. Com isso, o valor máximo da parcela a ser paga após o empréstimo é de R$ 160.

VEJA TAMBÉM

Saiba como renegociar suas dívidas e os cuidados para limpar o nome
ECONOMIZE
Saiba como renegociar suas dívidas e os cuidados para limpar o nome
André Mendonça manda ao plenário do STF ação contra PEC dos Benefícios

Auxílio Brasil de R$ 600 em 2023 é ‘compromisso’, diz ministro da Cidadania
O empréstimo consignado é aquele em que o desconto da dívida ocorre direto na conta do beneficiário. Com isso, é possível aplicar juros mais baixos, tendo em vista a garantia de que o valor será pago.

Como o desconto ocorre direto na conta em que o beneficiário recebe o pagamento, não existe possibilidade de negociar a dívida após o empréstimo ser feito, o que pode agravar a situação de vulnerabilidade das famílias.

LEIA TAMBÉM
Apesar de deflação em julho, diesel teve alta de 4,59%, diz CNT
“De acordo com os proponentes, em simetria com a normatização existente para os segurados do RGPS, que se mostra efetiva, a margem de crédito consignado adotada pelo decreto editado considera o previsto na disposição legal, trazendo dispositivos que buscam aliar a facilidade de acesso ao crédito com a mitigação de riscos de superendividamento”, completa o texto do governo.

Renato Souza, do R7

Continue lendo

Outras

Vídeo,Ramal do Rio Macauã em Sena Madureira é reaberto e beneficia centenas de famílias

A reabertura dos ramais é vital

Publicado

em

A reabertura dos ramais é vital para quem mora na zonal rural. O Governo do Estado, via DERACRE, está com uma frente de serviços trabalhando nos ramais do Município de Sena Madureira, visando contemplar o maior número de famílias possíveis.

Reportagem Jota Cavalcante- para o Acreonline.net

Continue lendo

Trending