Conecte-se conosco

Policial

Policial militar evita assalto e é ferido com arma branca

A policia militar, por meio do 8° Batalhão de Sena Madureira, informou em nota que o aluno sargento Aleykson foi ferido no braço,

Publicado

em

foto. ilustrada

A policia militar, por meio do 8° Batalhão de Sena Madureira, informou em nota que o aluno sargento Aleykson foi ferido no braço, possivelmente com uma arma branca, ao intervir em um assalto nas imediações da praça 25 de setembro, na noite deste domingo (21). A polícia pede ajuda aos moradores para tentar agilizar a prisão dos acusados, que podem ser moradores do bairro da Pista.

Ainda em nota, o 8° Batalhão informou que o policial foi ferido no braço, sem muita gravidade, entretanto, foi encaminhado a Rio Branco, pelo próprio batalhão, após receber atendimentos no pronto socorro.

O fato ocorreu durante um assalto. OPolicial militar evita assalto e é ferido com arma branca

A policia militar, por meio do 8° Batalhão de Sena Madureira, informou em nota que o aluno sargento Aleykson foi ferido no braço, possivelmente com uma arma branca, ao intervir em um assalto nas imediações da praça 25 de setembro, na noite deste domingo (21). A polícia pede ajuda aos moradores para tentar agilizar a prisão dos acusados, que podem ser moradores do bairro da Pista.

Ainda em nota, o 8° Batalhão informou que o policial foi ferido no braço, sem muita gravidade, entretanto, foi encaminhado a Rio Branco, pelo próprio batalhão, após receber atendimentos no pronto socorro.

O fato ocorreu durante um assalto. O policial que estava à paisana interviu e, na ação, foi atingido no braço. Houve disparo de arma de fogo, mas ninguém foi atingido.

“Nota de esclarecimento do 8° BPM.

Hoje, por volta de 22h00min, houve uma ocorrência de roubo num comércio localizado na praça 25 de setembro na qual o Al SGT PM Aleykson veio a intervir para tentar cessar o ato ilícito dos meliantes.

Na ação o militar foi ferido pelos meliantes por via de uma arma branca no antebraço, sendo que os autores empreenderam fuga.

AL SGT PM foi conduzido aos PS de Rio Branco pela ASP PM M. Pontes e SGT PM Benoni.

Além disso, o policial ferido está bem, contudo, o antebraço está inchado, o que motivou sua ida à Rio Branco para melhores cuidados.

Vale ressaltar, que o militar foi encaminhado à Rio Branco pelo próprio Batalhão a fim de realizar exames mais precisos.

O 8° BPM pede ajuda à população para encontrar os autores.

Assim, caso tenham informações liguem 190.

Assessoria do 8° BPM”

Por Aldejane Pinto

Continue lendo

Policial

Polícia prende Secretário do prefeito Mazinho Serafim por suposto furto de gasolina

O secretário de Serviços Urbanos (SEMSUR)

Publicado

em

O secretário de Serviços Urbanos (SEMSUR) do município de Sena Madureira, Jeocundo Assis, foi preso na manhã desta terça-feira, 30, acusado pela polícia de ter, supostamente, se envolvido em furto de combustível dentro da prefeitura, órgão regido pelo atual gestor, Mazinho Serafim (MDB). As informações sobre a operação batizada de “Combustol” apontam ainda que a casa do secretário e da funcionária foram alvos de busca e apreensão.

A reportagem identificou, ainda, que além do secretário de Mazinho, uma funcionária da SEMSUR, J.S. de 36 anos, também foi detida por suspeita de participação no mesmo crime de desvio de combustível.

Segundo a polícia, o crime ficou evidenciado entre os dias 08.10.2021 e 16.10.2021, quando foi percebido o desvio de aproximadamente 500 (quinhentos) litros de óleo diesel.

A investigação aponta que cada 100 (cem) litros do combustível eram comercializados ao valor médio de R$ 400,00 (quatrocentos reais), valor esse que era rateado de maneira igualitária entre os acusados.

Durante a operação foi realizada a busca no escritório da SEMSUR e no posto de abastecimento, local onde era fornecido o combustível, onde foram arrecadados documentos, computadores e outras provas que servirão para subsidiar o inquérito policial investigativo.

Ainda de acordo com a investigação a pratica criminosa de desvio de combustível já vinha acontecendo há pelo menos 24 meses e mais pessoas já estão sendo investigadas pela participação efetiva no crime.

O secretário e funcionária da prefeitura passarão por uma audiência de custódia. Há informações de que a assessoria jurídica da prefeitura de Mazinho está colhendo mais detalhes sobre o caso para que o munícipio possa dar uma declaração por meio de nota ainda nesta terça-feira.

Por Thais Farias-Fonte Ac24horas

Continue lendo

Policial

Bombeiros evitam incêndio em residência

Na madrugada desta segunda-feira, 29

Publicado

em

Na madrugada desta segunda-feira, 29, o 4° Batalhão realizou combate a princípio de incêndio em residência, no Bairro Conjunto Miritizal Novo, em Cruzeiro do Sul.
.
Chegando ao local, a guarnição iniciou o combate ao incêndio na parte da cozinha e quarto, e após conter as chamas fez o rescaldo das áreas atingidas pelo fogo. A residência que é feita madeira estava vazia, sem moradores e mobília, e continha uma abertura na lateral da cozinha com sinais de arrombamento.


.
Foram consumidas pelas chamas parte da cozinha/quarto, parte do piso e teto/foro, e parte de uma caixa de água. Após o serviço o proprietário compareceu ao local e foi informado dos danos causados pelo incêndio.
.
Para a ocorrência foram utilizados aproximadamente mil litros de água. Não se sabe a origem do incêndio.

Ascom

Continue lendo

Policial

Pedindo retorno das visitas, familiares de detentos fecham estrada em protesto no interior do Acre

Familiares de presos voltaram a protesta

Publicado

em

Familiares de presos voltaram a protestar, na manhã desta segunda-feira (29), pedindo o retorno das visitas. Desta vez, o ato ocorre na cidade de Feijó, no interior do Acre, onde o grupo fechou a BR-364, próximo a Ponte do Envira.

Ao g1, a assessoria do Instituto de Administração Penitenciária do Acre (Iapen-AC) disse que o governo estuda o caso e que vai se pronunciar posteriormente.

Desde o último dia 17 que não havia visitas nos presídios após os policiais penais paralisarem as atividades pela aprovação da Lei Orgânica que regulamenta a categoria. Porém, no domingo (29) as visitas ocorreram somente em Rio Branco com ajuda da Polícia Militar.

Com cartazes e pedaços de madeiras no chão para impedir a passagem de veículos, o grupo composto em sua maioria por mulheres pedem uma resposta sobre a volta das visitas.

“Estamos aqui, bem perto da ponte porque queremos as nossas visitas de volta. Já estamos com um mês que não visitamos e não tem nenhuma previsão de quando vai voltar”, disse Mirlane Costa.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que uma equipe se desloca para o local.

Os protestos ocorrem desde a sexta-feira (26), quando familiares de presos fizeram protestos em Rio Branco e também no interior do Acre exigindo a volta das visitas nas unidades prisionais do estado.

“Tem muita gente aqui, muita mãe, muita esposa, senhoras. A gente só quer a nossa visita de volta. Estamos em uma manifestação pacífica. Ninguém está fazendo confusão, nada”, acrescentou.

Protesto em Rio Branco
No sábado (27), mesmo após o Instituto de Administração Penitenciária (Iapen) divulgar que ocorreria visita no Complexo Penitenciário de Rio Branco os familiares dos detentos foram surpreendidos com o aviso de que não poderiam entrar no presídio.

É que os policiais penais decidiram não liberar o retorno das visitas devido ao baixo efetivo empregado para este sábado que, segundo eles, não garante a segurança dos presos, visitantes e dos próprios servidores.

O presidente da associação dos policiais penais, Eden Azevedo disse que, após analisar as condições para que a visita ocorresse conforme deliberação do Iapen, a categoria decidiu que não havia possibilidade.

“Devido ao baixo efetivo, a fragilidade e ia colocar em risco a vida tanto dos policiais quanto dos apenados e visitantes, foi deliberado pela categoria que não teria como ter visita justamente para resguardar a vida dos policiais que estão em serviço. Vale ressaltar que o efetivo de policiais aí não chega a 10, e a quantidade de presos chega a quase 2 mil. No dia de visita tinha que ter, no mínimo, uns 40 policiais penais para que a visita ocorresse normalmente”, disse.

Ao informar que as visitas voltariam a ser feitas nesse final de semana, o Iapen afirmou que vai apresentar nos próximos dias um planejamento da retomada das visitas nas demais unidades prisionais do estado.

Por Alcinete Gadelha

Continue lendo

Trending