Conecte-se conosco

Esporte

Segue o líder: Sport goleia Brusque na Arena de Pernambuco e se mantém invicto na Série B

Publicado

em

Futebol é um jogo de imposição e o time de Mariano Soso sabe muito bem disso. No último sábado (11), na Arena de Pernambuco, o Sport goleou o Brusque pelo placar de 4×1, com gols de Gustavo Coutinho, Tití Ortiz e Barletta duas vezes. Junto com os outros resultados da rodada, o Leão assumiu a liderança isolada da Série B e é o único time com 100% de aproveitamento.

Como é de essência do Sport de Mariano Soso, a equipe buscou o ataque assim que o árbitro soou o apito inicial. O Leão logo alugou o campo de ataque já nos primeiros momentos e logo aos cinco minutos Dominguez levou perigo ao Brusque com um chute de fora da área, que o goleiro Matheus Nogueira espalmou para fora. Já aos 18 minutos, Lucas Lima foi até a linha de fundo e cruzou. A bola passou por toda área e sobrou para Alan Ruiz, que emendou de primeira mas mandou para fora.

Ainda aos 20 minutos o Sport seguia pressionando. O Leão roubou a bola ainda no campo de ataque, trocou passes dentro da área adversária até que Lucas Lima encontrou Romarinho na pequena área, o camisa 11 teve pouco tempo para dominar e finalizar, ficando no goleiro Matheus Nogueira.

A equipe da casa conseguia construir pelos dois lados, mas era pela direita com Pedro Lima que saía com mais perigo. Aos 37, o jovem de 17 anos foi acionado, invadiu a área e cruzou rasteiro, mas Gustavo Coutinho chegou atrasado e não empurrou para o gol.

‘Água mole em pedra dura, tanto bate até que fura’ e aos 40 minutos, Felipinho tabelou com Alan Ruiz e foi derrubado dentro da área. A cobrança ficou ao cargo de Gustavo Coutinho, que deslocou o goleiro pro lado esquerdo e mandou a bola para o lado direito, abrindo o placar do jogo.

Antes que o primeiro tempo acabasse, o Sport ainda teve a chance de ampliar. Em uma contra-ataque pela esquerda, Romarinho fez grande jogada individual e finalizou com perigo.

A equipe de Santa Catarina veio com a proposta clara de jogar nos contra-ataques, mas só veio levar perigo no início do segundo tempo. Diego Tavares arrancou pela direita e finalizou, Caíque França deu rebote que quase deu para Marcos Serrato empurrar pro gol, mas a defesa rubro-negra afastou. Alguns minutos depois, Olávio teve outra chance em uma contra-ofensiva e outra vez o goleiro do Leão foi bem no lance e evitou o empate.

Identificando que o Leão voltou mais apático, Mariano Soso tratou de mudar a equipe e promoveu a entrada de Titi Ortiz aos 15 do segundo tempo, e o torcedor não precisou de muito tempo para ver o efeito disso. Depois de trocas de passes, a bola sobrou para Coutinho, que tentou finalizar da entrada da área mas foi bloqueado, na sobra a bola se ofereceu para Ortiz só empurrar para o gol, ampliando o placar aos 16 do segundo tempo.

Com sede de gol, o Rubro-negro não parou e aos 28 chegou ao terceiro gol. Em cobrança de escanteio, Ortiz bateu com bastante força, a bola viajou toda a extensão da grande área e caiu no segundo pau, onde Barletta, como um elemento surpresa, cabeceou sem precisar sair muito do chão, ampliando na Arena.

Apesar da desvantagem em campo, o Brusque não jogava necessariamente mal. Aos 34, Guilherme Queiroz roubou a bola na entrada da área e depois obrigou Caíque França a trabalhar, enviando para escanteio. Na cobrança do esquinado, Keké subiu alto e testou para diminuir, aos 35.

Os visitantes cutucaram o Leão com a vara curta. Sem querer passar algum susto na partida, o Sport foi para decidir o jogo. Aos 42 minutos, Barletta foi acionado e partiu para cima pela esquerda, a bola circulou de pé em pé até Rosales pelo lado direito, o venezuelano cruzou rasteiro e encontrou Barletta, que finalizou para decretar a vitória na Arena de Pernambuco.

FICHA TÉCNICA

Sport 4

Caíque França; Pedro Lima (Rosales), Rafael Thyere, Luciano Castán e Felipinho; Felipe, Fabrício Dominguez e Alan Ruiz (Titi Ortíz); Lucas Lima (Barletta), Romarinho (Vini Farias) e Gustavo Coutinho. Técnico: Mariano Soso

Brusque 1

Matheus Nogueira; Pivô (Ronei), Salustiano, Ianson e Marcelo; Rodolfo Potiguar, Marcos Serrato e Dionísio (Paulinho Mocellin); Diego Tavares (Jhemerson), Olávio (Keké) e Osman (Guilherme Queiroz). Técnico: Luizinho Lopes

Local: Arena de Pernambuco (São Lourenço da Mata/PE)

Árbitro: João Vítor Gobi (SP)

Assistentes: Evandro de Melo Lima e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (ambos de SP)

VAR: José Cláudio Rocha Filho (FIFA/SP)

Gols: Gustavo Coutinho aos 42 do 1T, Titi Ortiz aos 16 do 2T, Barletta aos 28 e 42 do 2T (S) Keké aos 35 do 2T (B)

Cartões amarelo: Pedro Lima, Titi Ortiz, Felipe (S) Rodolfo Potiguar, Ronei (B)

Cartão vermelho: Keké (B)

Público: 25.705

Renda: 429.755,00

Por Ayrton Niño- Folha de pernambuco

Publicidade