Conecte-se conosco

Esporte

Dono da Ferrari que tem R$ 126 Bilhões no Banco Comprou Time Brasileiro

Publicado

em

O Esporte Clube Bahia, um dos mais tradicionais times do futebol brasileiro, agora está sob o comando do sheik Mansour Bin Zayed Al Nahyan. Com uma fortuna estimada em R$126 bilhões, o bilionário é conhecido por suas participações na Ferrari, onde detém 5% das ações, e em outras empresas renomadas. Agora, ele adiciona o clube baiano ao seu crescente portfólio.

A aquisição faz parte da estratégia do Grupo City, do qual o sheik é líder, para expandir sua presença global no futebol. Nos próximos 15 anos, o grupo planeja investir pelo menos R$1 bilhão no Bahia, começando com um aporte de R$320 milhões já em 2024. O objetivo é tornar o clube mais competitivo tanto no cenário nacional quanto internacional.

Apesar da mudança de proprietário, a diretoria do Bahia permanece em grande parte intacta. Guilherme Belintani continuará como presidente, enquanto Carlos Santoro, com vasta experiência no Grupo City, assume o cargo de diretor esportivo. Raul Aguirre será o CEO do clube.

A aquisição do Bahia é parte de uma rede mais ampla do Grupo City, que já controla clubes importantes como o Manchester City, o New York City, o Girona e o Montevideo City. A entrada do Bahia nessa rede deve permitir ao time baiano compartilhar recursos e conhecimento com outras equipes do grupo, beneficiando tanto o clube quanto seus torcedores.

Além do investimento no futebol, o sheik Mansour é conhecido por seu estilo de vida extravagante. Ele possui um superiate de 147 metros de comprimento com dois helipontos, três piscinas e uma academia, além de investir em projetos relacionados a viagens espaciais. O bilionário é também conhecido por ter emprestado seu iate ao ator Leonardo DiCaprio, o que mostra seu perfil luxuoso e diverso.

A chegada do sheik Mansour ao Bahia marca um novo capítulo para o clube, que agora busca alçar voos mais altos no cenário do futebol.

Por Pedro Freire- Coluna financeira

Publicidade