Conecte-se conosco

Outras

Faltam apenas 4 dias para a rara ‘Super Lua Azul’ acontecer! Saiba mais sobre o belo fenômeno

Publicado

em

A rara lua azul vai acontecer daqui 4 dias em um mês de agosto que será presenteado por duas superluas completas. A última vez que isso

Não é sempre que o cosmos oferece um evento duplo em um mesmo mês como vai acontecer em poucos dias para marcar o mês de agosto de 2023 com um par de superluas completas, o que resulta em uma rara lua azul, a última vez que esse fenômeno aconteceu foi em 2018, ou seja, é algo realmente raro e muito aguardado pelos astrônomos e meteorologistas, além claro, por todos os amantes do céu.

O show astronômico vai começar na noite da terça-feira (29) quando a primeira lua cheia nascer no sudeste, a qual vai parecer maior e mais brilhante que o normal. Essa sensação é resultado da maior proximidade do astro que realmente estará mais perto da Terra do que o normal. A lua vai ficar a ‘apenas’ 357.530 quilômetros de distância, e por isso ganha o título de superlua.

O mês de agosto vai terminar com duas superluas resultando em uma rara aparição da ‘Lua Azul’. O fenômeno de 2023 vai acontecer depois de 5 anos.
Como se não bastasse a superlua iluminando o céu na terça-feira, o show vai continuar e ganhar ainda mais brilho na noite da quarta-feira, 30 de agosto, quando a lua estará a 357.344 quilômetros de distância, ou seja, ainda maior e mais brilhante aos nossos olhos. Por se tratar da segunda lua cheia dentro de um mesmo mês, ganha o nome de lua azul.

Por Tempo.com

Outras

Concurso público unificado terá 6,5 mil vagas em 20 órgãos confira!

Publicado

em

Outros órgãos ainda podem aderir à nova modalidade de seleção

O Concurso Público Nacional Unificado vai preencher 6.590 vagas em 20 órgãos e entidades públicas que fizeram a adesão ao processo seletivo. A publicação do edital do Concurso Nacional Unificado está prevista para até o dia 20 de dezembro, e a prova deve ocorrer entre o final de fevereiro e meados de março.

Inicialmente, o governo tinha anunciado a disponibilidade de 7.826 vagas, mas nem todos os órgãos públicos aderiram ao concurso unificado. Segundo a ministra da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos, Esther Dweck, há possibilidade de outros órgãos participarem até a assinatura do termo de adesão. “Alguns órgãos ainda não entenderam totalmente o modelo e preferiram manter a realização de concurso de forma individual”, disse.

O Concurso Nacional Unificado será organizado a partir da realização de um mesmo certame em aproximadamente 180 cidades, de forma concomitante. A pedido da Fundação Nacional dos Povos Indígenas (Funai), foi incluída a cidade de São Miguel da Cachoeira, no Amazonas, onde há uma grande população indígena.

A ideia do governo é que o concurso unificado se torne a principal a principal forma de fazer seleção de servidores públicos federais, e que ele seja repetido anualmente ou a cada dois anos.

A primeira etapa do concurso unificado será realizada em um único dia, dividida em dois momentos: primeiro haverá uma prova objetiva, com conteúdo comum a todos os candidatos. Depois, no mesmo dia, serão aplicadas provas dissertativas e com conteúdos específicos e de acordo com cada bloco temático.

No momento da inscrição no concurso, os candidatos deverão optar por um dos blocos das áreas de atuação governamental disponíveis. Depois dessa escolha, eles deverão indicar o cargo por ordem de preferência entre as vagas disponíveis no bloco de sua escolha.

De acordo com a ministra, os temas cobrados nas provas serão divulgados no edital, mas não haverá muita diferença em relação aos cobrados nos concursos atuais. “Todo mundo que já se prepara para concursos públicos estará preparado, podem ficar tranquilos. Não haverá mudança radical no conteúdo”, afirmou Esther Dweck.

Confira as instituições que aderiram ao Concurso e o número de vagas de cada uma delas:

. Fundação Nacional dos Povos Indígenas (Funai) – 502

. Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) – 742

. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – 520

. Ministério da Gestão e Inovação e transversais – 1480

. Ministério da Saúde – 220

. Ministério do Trabalho e Emprego – 900

. Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) – 30

. Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços – 50

. Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc) – 40

. Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) – 40

. Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) – 35

. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) – 895

. Ministério da Justiça e Segurança Pública – 100

. Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação – 296

. Ministério da Cultura – 50

. Advocacia-Geral da União (AGU) – 400

. Ministério da Educação – 70

. Ministério dos Direitos Humanos e da Cidadania – 40

. Ministério dos Povos Indígenas – 30

. Ministério do Planejamento e Orçamento – 60

Por Agência Brasil

Continue lendo

Outras

Em Sena Madureira: Mazinho Serafim é internado às pressas após sentir fortes dores

Publicado

em

O prefeito de Sena Madureira, Mazinho Serafim, foi internado às pressas na última segunda-feira (2), em Rio Branco, com fortes dores renais. Logo que sentiu o desconforto, saiu de Sena Madureira, por conta própria, com destino à capital.

A informação foi confirmada por sua assessoria de imprensa.

O prefeito segue internado nesta terça-feira (3), no Hospital do Rim, e seu quadro de saúde é estável. Ele está sendo medicado e deve passar por alguns exames.

A assessoria negou os boatos que apontavam para a necessidade de uma UTI aérea para São Paulo. “Não é verdade. Ele está estável e fazendo os exames. O prefeito está lúcido e conversando com seus familiares”, informou a equipe.

Por Redação ContilNet

Continue lendo

Outras

A razão pela qual você acha que canta melhor no chuveiro

Publicado

em

Descubra por que sua voz soa incrivelmente melhor no chuveiro. Ciência, acústica e psicologia revelam o segredo por trás do fenômeno.
Vamos enfrentar uma verdade universal. Todos nós já estivemos lá, sabonete na mão, cantando nossas músicas favoritas, convencidos de que estamos rivalizando com Adele ou Elvis Presley. E por que não? O chuveiro parece magicamente nos transformar nos vocalistas principais que sempre sonhamos em ser. Mas por que isso acontece? Existe alguma mágica escondida nos azulejos do chuveiro, ou tudo está em nossa cabeça?

A MÁGICA ACÚSTICA DO CHUVEIRO
Primeiramente, admita. Ao menos uma vez na vida, você tomou o centro do palco, sob o foco do chuveiro, e se apresentou com todo o coração. Talvez tenha sido uma balada poderosa ou até mesmo uma ópera. Qualquer que seja sua escolha, você se sentiu um rockstar, não é? Bem, há uma ciência por trás dessa confiança. Mas prepare-se, porque temos boas e não tão boas notícias.

A boa notícia? Seu chuveiro é uma cabine de som improvisada que realmente faz sua voz soar mais rica e ressonante. A notícia não tão boa? Não é que você de repente se torne um cantor melhor sob a água; o chuveiro é apenas um ambiente excelente para amplificar sua voz.

Vamos começar com o básico. A estrutura confinada e boxe da maioria dos banheiros, especialmente aqueles com superfícies duras como azulejos, cria um ambiente único. Já ouviu falar de reverb? Não, não é uma técnica de autoafinação chique que os cantores usam para trapacear. Reverb, ou reverberação, é essencialmente um eco. Ele faz sua voz soar mais completa, mais vibrante e corrige aqueles pequenos deslizes fora de tom. Este é o molho secreto no chuveiro que nos faz soar como profissionais.

RUÍDOS E ECOS: O AMBIENTE PERFEITO
Mas como acontece esse reverb? Quando você canta aquelas notas altas, sua voz viaja em todas as direções. Em um chuveiro, especialmente um em forma de prisma retangular, sua voz bate nas paredes em diferentes momentos. Algumas paredes estão mais próximas, outras mais distantes, então sua voz as atinge em vários intervalos, criando um eco em camadas. É como se sua voz ganhasse um pequeno coro de apoio, fazendo-a permanecer, reverberar e soar ainda mais impressionante.

Agora, combine a forma do chuveiro com os materiais de que é feito. A maioria dos chuveiros é cercada por superfícies duras como azulejos ou vidro. Essas superfícies são fantásticas para refletir o som, ao contrário de superfícies macias que absorvem o som. Imagine sua voz como uma bolinha de borracha. No chuveiro, ela continua ricocheteando nas paredes, teto e chão, conseguindo esse efeito de eco tão desejado. Além disso, os chuveiros são compactos, permitindo que esses ecos se sobreponham rapidamente, amplificando certos tons, fazendo-os soar mais profundos e mais ressonantes. Sua voz, neste cenário, não apenas canta; ela ruge.

Mas há outra camada nisso. Enquanto você está obtendo o benefício acústico do reverb, o ruído ambiente no chuveiro também desempenha um papel significativo. O som da água espirrando contra seu corpo, o movimento de seus pés, o ritmo das gotas de água no chão, tudo isso mascara as pequenas falhas em sua voz. É como ter um autotuner natural. A água abafa e suaviza quaisquer notas agudas ou imperfeições, deixando passar apenas os tons melodiosos e harmoniosos. O chuveiro não é apenas seu palco; é seu mixer de som.

O IMPACTO PSICOLÓGICO DO CANTAR NO BANHO
No entanto, os efeitos do chuveiro não são apenas acústicos. Há um componente psicológico que é igualmente importante. Sentir a água morna caindo sobre você é incrivelmente relaxante. É um momento de relaxamento e solidão, longe da agitação do mundo. Esse ambiente calmo é conhecido por reduzir o estresse, aliviar a ansiedade e aumentar os neurotransmissores que melhoram o humor. Já se sentiu mais feliz e energizado após um banho? Essa é a ciência por trás disso. E adivinha? Quando você está em um estado de espírito positivo, tende a abordar o canto com mais entusiasmo e positividade. Você se julga menos e simplesmente aproveita o momento. O chuveiro não apenas faz você soar bem; faz você se sentir bem.

Duchas frias merecem uma menção especial aqui. Elas são comprovadamente benéficas para a saúde mental. O choque da água fria revigora o corpo, libera um fluxo de norepinefrina e serotonina, e de repente, cantar parece ainda mais emocionante. Não é apenas sobre o som, mas toda a experiência sensorial.

Então, da próxima vez que você estiver no chuveiro, pronto para cantar sua música favorita, lembre-se de que não se trata apenas de cantar. É a combinação de acústica, ambiente e seu estado de espírito. O chuveiro não está lhe dando uma nova voz; está amplificando a beleza da sua voz existente. E mesmo que você não esteja pronto para uma turnê com shows esgotados, naquele espaço aconchegante e encharcado de água, você é a superestrela.

No final, importa se somos melhores cantores no chuveiro ou não? O importante é a alegria e a confiança que isso traz. Então, jogue a cautela ao vento, escolha sua música favorita e cante com todo o coração. Afinal, o público do chuveiro (você) merece um show!

Por Lucas R. Misterios do Mundo

Continue lendo

Trending