Conecte-se conosco

Esporte

Contra Sérvia, Brasil inicia jornada pelo hexa na Copa do Catar

A caminhada do Brasil em busca do hexa começa

Publicado

em

A caminhada do Brasil em busca do hexa começa nesta quinta-feira (24). A partir das 16h (horário de Brasília), a seleção de Tite mede forças com a Sérvia, no Estádio de Lusail, pela primeira rodada do Grupo G da Copa do Mundo.

Brasileiros e sérvios se reencontram em uma Copa do Mundo quatro anos após se enfrentarem na primeira fase da edição anterior, na Rússia. Na ocasião, a equipe canarinho venceu por 2 a 0, com gols do zagueiro Thiago Silva (que faz parte da atual seleção) e do volante Paulinho.

Os europeus, por sua vez, levaram a melhor na final do Campeonato Mundial sub-20 de 2015 (Nova Zelândia). A Sérvia ganhou por 2 a 1, na prorrogação (o meia Andreas Pereira marcou para os brasileiros). Do elenco campeão há sete anos, sete atletas estão no time que viajou ao Catar, entre eles os meias Sergej Milinkovic-Savic (eleito o terceiro melhor jogador do torneio) e Nemanja Maksimovic (autor do gol do título). Já o Brasil teve como titular o atacante Gabriel Jesus, chamado por Tite.

A goleada por 5 a 1 sobre a Tunísia, no Parque dos Príncipes, em Paris (França), no último dia 27 de setembro, deu números finais ao ciclo de preparação da seleção brasileira, iniciado em 7 de julho de 2018, um dia após a derrota por 2 a 1 para a Bélgica, pelas quartas de final da Copa da Rússia. Foram 37 vitórias, dez empates e três revezes, com 80,6% de aproveitamento e um título, da Copa América de 2019, conquistado em solo verde e amarelo.

Tite observou 87 jogadores no ciclo, sendo que 63 foram a campo. Foi na reta final da caminhada rumo ao Catar, porém, que o técnico brasileiro chegou à conclusão do time ideal (ou algo próximo disso), com a aposta na juventude de nomes como o meia Lucas Paquetá e dos atacantes Vinícius Júnior, Raphinha, Antony e Rodrygo, sob a batuta de Neymar, no terceiro Mundial da carreira do craque.

Em entrevista coletiva na última quarta-feira (23), Tite evitou confirmar a escalação que mandará a campo nesta quinta, mas deixou claro que as variações táticas são aquelas conhecidas do torcedor. A principal dúvida é se o técnico escalará o meio-campo com Fred junto de Casemiro e Paquetá (como fez na maior parte dos últimos jogos) ou se repetirá a estratégia adotada na vitória por 3 a 0 sobre Gana, em Le Havre (França), no último dia 22 de setembro, com Neymar no papel de principal articulador de jogadas e um trio ofensivo à frente, com Vinícius Júnior titular ao lado de Raphinha e Richarlison.

O provável Brasil terá: Alisson; Danilo, Marquinhos, Thiago Silva e Alex Sandro; Casemiro, Lucas Paquetá e Neymar; Vinícius Júnior (Fred), Richarlison e Raphinha. Deles, apenas Alisson, Danilo, Thiago Silva, Casemiro e Neymar já atuaram em uma Copa do Mundo. Marquinhos foi convocado em 2018, mas ficou no banco.

Na Sérvia, o técnico Dragan Stojkovic confirmou que terá Alexsandar Mitrovic à disposição, recuperado de uma contusão no pé sofrida no fim de outubro. O atacante do Fulham (Inglaterra) é a maior aposta ofensiva do time europeu, com nove gols em 12 jogos na temporada. O treinador, porém, admitiu que Filip Kostic é dúvida, já que o meia ainda não está 100% recomposto de uma lesão que sofreu defendendo a Juventus (Itália).

Assim, a equipe sérvia deve ir a campo com: Vanja Milinkovic-Savic; Nikola Milenkovic, Milos Veljkovic e Strahinja Pavlovic; Andrija Zivkovic, Nemanja Gudelj, Sergej Milinkovic-Savic, Filip Mladenovic e Dusan Tadic; Alexsandar Mitrovic e Dusan Vlahovic.

Além da Sérvia, o Brasil terá Suíça e Camarões pela frente no Grupo G. Os outros integrantes da chave também jogam nesta quinta, mas a partir das 7h, no Estádio Al Janoub, na cidade de Al Wakrah.

Fábio Lisboa

Esporte

Copa: com chances de classificação, Brasil e Suíça duelam pelo Grupo G

Em busca do hexacampeonato na Copa

Publicado

em

Em busca do hexacampeonato na Copa do Mundo do Catar, a seleção brasileira de futebol masculino encara a Suíça, às 13h (horário de Brasília) desta segunda-feira (28), pela segunda rodada da fase de grupos. Líder do Grupo G, com três pontos, o Brasil busca a classificação antecipada às oitavas de final do Mundial, assim como a Suíça, também com três pontos, que ocupa o segundo lugar na chave devido ao saldo de gols. No mesmo grupo estão Camarões e Sérvia que ainda não pontuaram na competição.

Brasil e Suíça já empataram duas vezes em Mundiais: na primeira delas, na primeira Copa realizada no Brasil, em 1950, o placar foi de 2 a 2 no Estádio do Pacaembu, em São Paulo; e na última edição da Copa, na Rússia, em 2018, o confronto terminou em 1 a 1.

Na fase de grupos da Copa do Catar o escrete canarinho estreou com vitória por 2 a 0 contra a Sérvia. Em coletiva na tarde de domingo (27), Tite manteve suspense sobre quem serão os substitutos do atacante Neymar e do lateral-direito Danilo, lesionados com gravidade na última quinta (24). A expectativa é que o técnico relacione Fred no lugar de Neymar, opte por Lucas Paquetá como meia-atacante e arrisque Éder Militão na lateral-direita, posição já exercida pelo defensor do Real Madrid.

O Brasil deve enfrentar a Suíça com Alisson, Éder Militão (Daniel Alves), Marquinhos, Thiago Silva e Alex Sandro; Casemiro, Lucas Paquetá e Fred (Bruno Guimarães, Rodrygo ou Everton Ribeiro); Raphinha, Richarlison e Vinícius Júnior.

Já a Suíça, comandada por Murat Yakin, deve começar jogando com o mesmo elenco que triunfou por 1 a 0 sobre a seleção de Camarões: Sommer, Widmer, Akanji, Elvedi e Ricardo Rodríguez; Freuler, Xhaka, Shaqiri, Sow e Rubén Vargas; Embolo.

Cláudia Soares Rodrigues

Continue lendo

Esporte

Em treino fechado, Brasil mantém mistério antes de pegar Suíça

O técnico Tite fechou à imprensa

Publicado

em

O técnico Tite fechou à imprensa o treinamento da seleção brasileira neste sábado (26), no Estádio Grand Hamad, em Doha. Foi a segunda atividade de preparação para o jogo diante da Suíça, na segunda-feira (28), às 13h (horário de Brasília), pela segunda rodada do Grupo G da Copa do Mundo do Catar.

Dos 26 jogadores convocados por Tite, 23 foram a campo. Além do lateral Danilo e de Neymar, ambos com lesões no tornozelo e que são desfalques certos na próxima rodada, outra ausência foi a do também atacante Antony. Segundo a assessoria de imprensa da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), o jogador do Manchester United (Inglaterra) apresentou “mal estar”. Ele já havia ficado fora do treinamento de sexta-feira (25), quando somente os atletas que não atuaram como titulares na estreia participaram da movimentação no gramado.

No treino deste sábado, Tite começou a trabalhar com a equipe que será titular diante dos suíços. Sem Danilo, Daniel Alves é o favorito para sair jogando, com o zagueiro Éder Militão (que pode ser improvisado no setor) correndo por fora. Para o lugar de Neymar, o técnico tem como opções os volantes Fred e Bruno Guimarães, o meia Everton Ribeiro e o atacante Rodrygo.

O Brasil lidera o Grupo G com os mesmos três pontos da Suíça, mas com saldo positivo de dois gols, devido à vitória por 2 a 0 sobre a Sérvia na última quinta-feira (24), com dois gols de Richarlison. No mesmo dia, os suíços bateram Camarões por 1 a 0. O também atacante Breel Embolo (camaronês de nascimento e se naturalizou em 2014) marcou para a equipe europeia. Quem ganhar, assegura a classificação às oitavas de final por antecedência.

Você será direcionado(a) para o sistema Fala.BR, mas é com a EBC que estará dialogando. O Fala.BR é uma plataforma de comunicação da sociedade com a administração pública, por meio das Ouvidorias.

Sua opinião ajuda a EBC a melhorar os serviços e conteúdos ofertados ao cidadão. Por isso, não se esqueça de incluir na sua mensagem o link do conteúdo alvo de sua manifestação.

Continue lendo

Esporte

Bélgica sofre, mas inicia Copa com triunfo de 1 a 0 sobre o Canadá

Foi bem mais complicado do que se poderia

Publicado

em

Foi bem mais complicado do que se poderia imaginar, mas a Bélgica derrotou o Canadá por 1 a 0 na tarde desta quarta-feira (23) no primeiro jogo das duas equipes pelo Grupo F da Copa do Catar. A partida foi disputada no Estádio Ahmad Bin Ali.

Belgas e canadenses estão na mesma chave de Croácia e Marrocos, que empataram em 0 a 0 na manhã desta quarta. Desta forma, a Bélgica lidera com três pontos. Croácia e Marrocos estão com 1 ponto cada, enquanto o Canadá ainda não pontuou.

O gol da partida foi marcado pelo atacante Batshuayi, aos 43 minutos da etapa inicial. Após lançamento longo do zagueiro Alderweireld, o centroavante, que substitui nos dois primeiros jogos o artilheiro Lukaku (desfalque por problema na coxa esquerda), passou pelo zagueiro Vitória e fuzilou a rede do goleiro Borjan. Porém, essa deve ter sido a única chance no primeiro tempo da seleção que eliminou o Brasil no Mundial de 2018 (Rússia).

O jogo, principalmente, na etapa inicial, foi dominado pelo Canadá. Aos 10 minutos de jogo, o juiz Janny Sikazwe, auxiliado pelo VAR (árbitro de vídeo), marcou de forma acertada uma penalidade máxima para os norte-americanos após Carrasco desviar uma finalização canadense com a mão dentro da área. Porém, o goleiro Courtois defendeu a cobrança de Alphonso Davies, mostrando a razão de ter sido escolhido pela revista France Football como o melhor jogador do mundo na posição.

Aos 12, a equipe de arbitragem cometeu um grave erro. O meia Hazard recuou uma bola que ficou para um atacante canadense dentro da área. Ele foi derrubado pelo zagueiro Vertonghen, mas o lance já havia sido parado por posição irregular. Depois, foram no mínimo mais três boas chances canadenses. Hoilett, aos 15, com um chute rasteiro próximo à trave direita dos belgas. Johnston, aos 29, batendo com força para defesa de Courtois à queima-roupa. E aos 46, quando Buchanan concluiu de carrinho na entrada da pequena área um cruzamento forte vindo da direita, mas a bola seguiu por cima do gol.

Na etapa final os dois times fizeram algumas alterações e sentiram também o calor na cidade de Al Rayyan. O ritmo do jogo caiu bastante e não foram registradas maiores oportunidades de gol, com o placar permanecendo inalterado até o apito final.

Na segunda rodada da chave, a Bélgica, que participa da terceira Copa consecutiva e tenta melhorar o terceiro lugar de 2018, enfrentará o Marrocos, a partir das 10h (horário de Brasília) do próximo domingo (27) no Estádio Al Thumama. Já o Canadá, que retornou a uma Copa do Mundo após uma ausência de 36 anos, pega a Croácia no mesmo dia, mas a partir das 13h no Estádio Internacional Khalifa.

Fábio Lisboa

Continue lendo

Trending