Conecte-se conosco

Outras

Mulher dá à luz em colchonete no chão da Maternidade Bárbara Heliodora; direção da unidade esclarece

Um vídeo mostra uma mulher dando à luz

Publicado

em

Um vídeo mostra uma mulher dando à luz em um colchonete no chão de uma sala da maternidade Bárbara Heliodora, em Rio Branco. O parto aconteceu no dia 13 de Abril. Só agora o fato veio à tona por meio de uma pessoa que acompanhou o drama da mãe que não quer se identificar.

No vídeo é possível ver uma funcionária da maternidade cortando o cordão umbilical da criança com a mãe ainda no chão.

Nas imagens outra mãe sofre da mesma forma esperando a hora de dar à luz.

“Esta sala está sendo utilizada pelas gestantes que não têm onde colocar tanta mulher querendo parir e em sofrimento já. Elas põem essa mulher para caminhar. Os funcionários põem um balão na bexiga para a mulher e sentindo a dor do parto pra parir naturalmente. Só que a gente sabe que não é naturalmente, porque já está em sofrimento. A criança passa da hora de nascer e às vezes não dá tempo nem de chegar na sala de parto. As mulheres estão parindo no chão e tem poucos profissionais, e a assistência social some”, disse a denunciante.

A pessoa que faz a denúncia reclama da falta de preparo da direção da unidade no atendimento.
“A diretora é outra pessoa que está sendo despreparada para cumprir as necessidades que a maternidade precisa. E a pessoa que filmou esse parto esses dias, que foi nas semanas passadas, tem ocorrido demais. E essa funcionária se indignou e gravou o vídeo. Só que vazou que tinha sido ela que gravou o vídeo e ela está sendo perseguida. Eu soube que ela está sendo perseguida”, finaliza.

Uma servidora que não quer se identificar disse ao Notícias da Hora que a sala onde está ocorrendo esses partos não tem profissionais suficientes para atender a demanda.

“Essa sala precisa de uma escala de profissionais para acompanhar a gestante para ela ser encaminhada para a sala de parto antes de chegar na dilatação do parto. É pré, porque isso, porque essas mulheres ficavam lá fora junto com os outros até chegar na dilatação para ir para sala de parto”, disse a funcionária.

Ainda de acordo com ela, a falta de profissionais qualificados põe em risco a vida das mães que estão sofrendo durante o parto.

“Essa mulher pariu só aí com técnicos, por isso a servidora gravou, ate novembro não era assim, tem que avaliar a gestante para saber a evolução da dilatação para evitar isso, falta remédios pra dor, nos feridos não aparece ninguém da gerência lá, inclusive existe uma verba para plantão extra, mas não tem profissional para usar essa verba toda. Sobrava verba porque não tinha profissionais, o esquema é realizado colocando plantão falso com essa verba. Aí colocam os amigos dos amigos”, denuncia a servidora.

O outro lado

Ao Notícias da Hora, a diretora da Maternidade Bárbara Heliodora, Laura Pontes, afirmou que a gestante foi acolhida em um ambiente calmo (setor Doce Espera) e o parto foi assistido com a assistência possível, com profissionais capacitados e mantido a privacidade da paciente, garantindo o mínimo de conforto possível.

“Queremos informar que sim, tivemos o conhecimento desse parto, que o mês de abril está sendo atípico, muitas mulheres em trabalho de parto nos buscam e somos uma maternidade criada com uma estrutura para atender uma população bem menor que a atual e por conta disso o governo busca nesse momento construir uma outra com melhor estrutura e capacidade de atendimento!
Que nossa maternidade é pública e acolhe todas as mulheres que nos busca! Que o atendimento foi assistido por profissionais experientes! Que o momento do parto não espera e que ao ser identificado como iminente a gestante foi trazida a um ambiente mais próximo e calmo (setor Doce Espera) e assistido o parto com a assistência possível, com profissionais capacitados e mantido a privacidade da paciente, garantindo o mínimo de conforto possível! Queremos enfatizar que o processo de humanização envolve o acolhimento, a assistência a atenção, a naturalidade com que ocorre parto e que nunca será impedido de ocorrer quando chegar o momento certo! Foi o que aconteceu e que por vezes acontece nos lares e tantos outros lugares! Nós estamos de braços abertos a todas as gestantes; nossos profissionais são competentes e preparados para atendê-las e estamos a cada dia buscando melhorar a estrutura e as condições de atendimento! Temos certeza que melhoraremos! Quanto a medicação para dor, a dipirona é um medicamento que sua formulação em ampola está em falta no Brasil inteiro e já foi pauta de matérias em jornais importantes! Ainda assim temos conseguido substituí-la quando ocorre a necessidade!”

Willamis Franca, do Notícias da Hora

Outras

Seu Joca e dona Meire, pais do ex-prefeito Jairo Cassiano, comemoram 61 anos de casados

Na última quarta-feira, 22 de junho

Publicado

em

Na última quarta-feira, 22 de junho, foi marcada por comemoração pelos senamadureirenses João Barbosa Filho (Joca) e dona Meire Cassiano. Nesta data, rodeado dos familiares, eles completaram 61 anos de casados.

A história dos dois remonta ao ano de 1961 – uma época em que, segundo eles, era muito difícil namorar em razão da rigidez dos pais. Mesmo assim, a união foi sacramentada e resiste ao tempo e às suas mudanças. Para comemorar mais um ano desse intenso amor, filhos e netos se reuniram e ofereceram um momento especial ao casal.


O ex-prefeito de Sena Madureira Jairo Cassiano comemorou o aniversário de casamento dos pais, ratificando que o casal é, de fato, um exemplo para toda a família. “Hoje 22 de Junho, é um dia muito especial para mim, e para meus irmãos. Comemoramos os 61 anos de casamento dos meus PAIS: João Barbosa (seu Joca) e Meire Cassiano. Louvo a Deus pela vida deles e pelo exemplo de casal que eles São. Ao longo da caminhada, diante dos desafios eles priorizaram a fé, a confiança e a cima de tudo o AMOR!! Que esse amor dos meus pais possa contagiar minha família, e ser exemplo na vida de outros casais!! Me orgulho muito dos meus PAIS, amo muito vocês”, comentou.


Seu Joca e dona Meire moraram por muito tempo no rio Caeté, notadamente no seringal Iracema, onde hoje reside o Zé Carlos, filho do casal. Atualmente os mesmos residem no Bairro do Bosque, onde seu Joca administra seu empreendimento – o ponto das panelas.

Continet

Continue lendo

Outras

NOTA DE ESCLARECIMENTO, Encaminhada pelo advogado do empresário Aécio Teixeira 

O Restaurante Esconderijo Secreto

Publicado

em

O Restaurante Esconderijo Secreto, vem por meio deste comunicado informar a suspensão do Evento de inauguração programado para o dia 08, 09, 10, de Julho, na oportunidade o advogado Saymon Daygo de Souza Silva OAB/AC 5049, responsável pela defesa do acusado Aécio de Oliveira Teixeira, vem esclarecer que, as notícias que circulam nos meios de comunicação afirmando que o estabelecimento é palco assíduo de ilegalidades são totalmente inverídicas, que nesse momento as investigações estão em andamento, e principalmente que Aécio não está sendo acusado da autoria de suposto estupro, a defesa se resguarda em relação a mais informações, manifestar-se apenas em Juízo, que até o presente momento tem colaborado com as investigações, em breve os fatos serão esclarecidos

Saymon Daygo de Souza Silva
OAB/AC 5049

Espaço garantido pela empresa Acreonline.net

Continue lendo

Outras

Em Rio Branco, atendimento do Detran na OCA passa a ser feito sem agendamento

O atendimento do Departamento

Publicado

em

O atendimento do Departamento de Trânsito do Acre (Detran-AC) na OCA em Rio Branco não é mais realizado por agendamento. A volta do atendimento, sem a necessidade de agendar, começou na segunda-feira (20). O procedimento já havia sido adotado pela sede do Detran-AC.

Segundo a chefe da Divisão da OCA Rio Branco, Rayana Siqueira, a decisão de voltar com o atendimento sem agendamento é devido à baixa procura pelo serviço no site da instituição.

“Aqui na OCA Rio Branco a procura tinha reduzido bastante, então, o site não estava tendo aquela procura que fechasse todas as vagas. Então, nós decidimos que, a partir deste momento, seria oportuno para que a gente disponibilizasse esse serviço sem a necessidade de agendamento”, explica.

Com a avaliação inicial sobre os atendimentos, ela diz também que, no momento, o site utilizado para marcar os agendamentos não está mais disponível.

O Detran-AC na OCA funciona de 7h30 às 13h30, de segunda a sexta-feira. Rayana explica também que os serviços mais procurados no órgão são os de renovação e entrega da Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

“Aqui a pessoa tem a facilidade realizar todas as etapas em um único local. Então, o cidadão vem para renovar a sua CNH, faz o cadastro dos seus dados, faz a coleta dos seus dados biométricos e faz também o exame de aptidão física – o exame médico aqui com o médico que fica no atendimento da OCA. Além disse também tem a opção de fazer o pagamento da taxa do serviço aqui na praça azul”, complementa.

Veja os serviços disponíveis para atendimento:

Carteira Nacional de Habilitação (Renovação, 2ª via, Transferência, Adição de categoria, Alteração de dados, Inclusão para exercer atividade remunerada – EAR, e outros);
Primeira Habilitação (PPD);
Emissão de boletos, taxas e multas;
Parcelamento de débitos.

Por g1 AC

Continue lendo

Trending