Conecte-se conosco

Esporte

Em meio a maratona, Corinthians decide futuro na Copa Sul-Americana

A partida desta quinta-feira (13), contra o Peñarol (Uruguai), às 21h30 (horário de Brasília), no estádio Campeón del Siglo

Publicado

em

A partida desta quinta-feira (13), contra o Peñarol (Uruguai), às 21h30 (horário de Brasília), no estádio Campeón del Siglo, na capital uruguaia Montevidéu, é decisiva para o Corinthians. Na fase de grupos da Copa Sul-Americana, ao contrário da Libertadores, apenas o melhor time de cada chave avança à segunda fase. Com dois jogos pela frente, o Timão tem quatro pontos, na segunda posição do Grupo E, cinco pontos atrás do próprio Peñarol. Portanto, somente a vitória interessa à equipe brasileira.

Só que o Alvinegro vive uma maratona de decisões. Na terça-feira (11), com força máxima, goleou a Inter de Limeira por 4 a 1 na Neo Química Arena, em São Paulo, classificando-se às semifinais do Campeonato Paulista. A equipe dirigida pelo técnico Vagner Mancini já deve voltar a campo pelo Estadual neste fim de semana para disputar vaga na final. O adversário será definido com base no resultado dos outros confrontos do mata-mata.

O treinador poupou da viagem a Montevidéu o lateral Fagner, os zagueiros Jemerson e João Victor, o volante Gabriel e os meias Luan e Ramiro, todos potenciais titulares. O provável Timão diante do Peñarol terá a seguinte escalação: Cássio; Luis Mandaca, Bruno Méndez, Gil e Fábio Santos; Camacho, Xavier e Mateus Vital; Gustavo Mosquito, Léo Natel e Jô.

“É importante quando você tem decisões na terça, na quinta, no outro domingo. Para isso, a gente tem que respeitar a recuperação de cada atleta. Hoje, temos um elenco um pouquinho maior para suprir exatamente essa deficiência. Ao mesmo tempo, você tem mais mãos querendo ajudar”, declarou Mancini em entrevista coletiva.

Líder do Grupo E, o Peñarol encaminha a classificação à segunda fase em caso de vitória e pode até celebrá-la de forma antecipada se o River Plate (Paraguai) não derrotar o Sport Huancayo (Peru) no duelo que também começa às 21h30 desta quinta-feira, no estádio Defensores del Chaco, na capital paraguaia Assunção. Os aurinegros não perdem há sete jogos, com quatro triunfos consecutivos. Um deles justamente sobre o Corinthians: 2 a 0, há duas semanas.

O time do técnico Maurício Larriera estrearia no último fim de semana na edição 2021 do Campeonato Uruguaio, contra o Plaza Colonia, mas o jogo foi adiado para o começo de junho. Com força máxima à disposição, o Peñarol deve atuar com: Kevin Dawson; Juan Acosta, Fabricio Formiliano, Gary Kagelmacher e Joaquín Piquerez; Walter Gargano, Jesús Trindade, Giovanni González, David Terans e Facundo Torres; Agustín Martínez.

Continue lendo

Esporte

Fifa antecipa início da Copa do Mundo para 20 de novembro

A Fifa (Federação Internacional de Futebol

Publicado

em

A Fifa (Federação Internacional de Futebol) anunciou a antecipação do início da próxima edição da Copa do Mundo para o dia 20 de novembro. Segundo comunicado divulgado nesta quinta-feira (11), o jogo inaugural será disputado entre Catar e Equador, a partir das 13h (horário de Brasília) no estádio Al Bayt.

“A partida de abertura e a cerimônia do torneio deste ano no Estádio Al Bayt foram antecipadas um dia após uma decisão unânime tomada hoje pela Mesa do Conselho da Fifa”, diz a nota da entidade máxima do futebol mundial.

A programação inicial era de que fossem realizadas duas partidas antes do confronto envolvendo os donos da casa: Holanda contra Senegal, e Inglaterra versus Irã. Os três jogos estavam marcados para o dia 21, junto com a cerimônia de abertura, que teria início momentos antes de Catar e Equador.

“A mudança garante a continuidade de uma longa tradição de marcar o início da Copa do Mundo com uma cerimônia de abertura por ocasião da primeira partida entre os anfitriões ou os atuais campeões”, justifica a Fifa.

O Brasil estreia no Mundial no dia 24 de novembro, uma quinta-feira, a partir das 16h (horário de Brasília, contra a Sérvia.

Fábio Lisboa

Continue lendo

Esporte

Libertadores: Vélez elimina Talleres e pega Flamengo na semifinal

Publicado

em

O Vélez (Argentina) derrotou o Talleres (Argentina) por 1 a 0, na noite desta quarta-feira (10) no estádio Mario Alberto Kempes, em Córdoba, e se classificou para as semifinais da Copa Libertadores, onde enfrentará o Flamengo, que eliminou o Corinthians na última quarta (9).

O Vélez chegou à partida decisiva em situação confortável, após superar o Talleres na ida por 3 a 2 jogando em casa. O único gol da partida desta quarta saiu pés do atacante Julián Fernández, aos 33 minutos do segundo tempo.

Já o Flamengo chega às semifinais após duas vitórias sobre o Corinthians, de 2 a 0, na ida jogando em São Paulo, e de 1 a 0, na volta no Maracanã.

 

Continue lendo

Esporte

Fluminense recebe o Cuiabá em Maracanã lotado

Embalado na temporada, o Fluminense encara o Cuiabá

Publicado

em

Embalado na temporada, o Fluminense encara o Cuiabá, a partir das 16h (horário de Brasília) deste domingo (7) no estádio do Maracanã, pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O Tricolor das Laranjeiras chega ao confronto em um momento especial, com uma invencibilidade de 12 jogos (nove vitórias e três empates). Esta sequência de confrontos abrange duas competições: Brasileirão e Copa do Brasil, campeonato no qual a equipe carioca disputa as quartas de final contra o Fotaleza (o Fluminense bateu a equipe cearense por 1 a 0 na partida de ida, disputada no estádio do Castelão.

Para esta partida, o Tricolor terá uma ausência de peso, o volante André, que está suspenso após tomar o terceiro cartão amarelo na competição no empate de 2 a 2 com o Santos na última segunda (1) na Vila Belmiro. Segundo Paulo Henrique Ganso, a ausência de um dos destaques da equipe deve ser lamentada, mas o time deve procurar formas de sanar este desfalque: “André é um grande jogador. Sem dúvida fará falta. Temos que pensar como time, como grupo. Sem ele, vai ter Martinelli, Nonato, Wellington, Yago Felipe. Todos poderão nos ajudar. Eu mesmo, quando estiver ausente, vai ter outro para fazer a função”.

Se a equipe de Fernando Diniz terá de lidar com ausências importantes dentro de campo, fora das quatro linhas o apoio maciço da torcida pode ser um diferencial para o camisa 10: “Saudade do Maracanã, de estar perto da nossa torcida […]. Já tem mais de 30 mil [torcedores]? Que chegue a 50, 60 mil. Temos um returno muito longo. Caso continuemos nessa invencibilidade, fazendo nossa pontuação em casa, podemos chegar no ponto alto da tabela, que é o nosso objetivo”.

Já o Cuiabá vive situação delicada na competição, dentro da zona do rebaixamento com apenas 20 pontos. Além disso, o Dourado não vence há quatro partidas no Brasileiro (somando três derrotas e um empate).

Continue lendo

Trending