Conecte-se conosco

Policial

MPAC consegue pena máxima para acusado de matar idoso em chácara de senador do Acre

O Ministério Público do Estado do Acre (MPAC) obteve na Justiça a condenação de Mauricélio Gomes Pereira, denunciado pelo crime de latrocínio contra o idoso Argemiro de Figueira de Farias, de 73 anos.

Publicado

em

O Ministério Público do Estado do Acre (MPAC) obteve na Justiça a condenação de Mauricélio Gomes Pereira, denunciado pelo crime de latrocínio contra o idoso Argemiro de Figueira de Farias, de 73 anos.

O promotor de Justiça Júlio César de Medeiros atuou durante a instrução criminal do caso.

Conforme a denúncia do MPAC, o crime ocorreu em junho de 2020, em uma chácara no bairro Santa Cecília, de propriedade da família do senador Sérgio Petecão, onde o idoso residia.

O corpo foi localizado pelos vizinhos, que sentiram falta da vítima, dias depois, já em avançado estado de decomposição.

De acordo com as investigações, o acusado, mediante grave ameaça e violência, subtraiu duas armas de fogo e uma roçadeira da vítima, e acabou matando o idoso a tiros.

O crime causou comoção na comunidade onde a vítima morava. Mauricélio foi preso um mês depois, vindo a se tornar réu em novembro do mesmo ano.

A juíza Ana Paula Saboya Lima acatou a tese do MPAC e condenou o réu a 30 anos de reclusão em regime fechado pelo crime de latrocínio, além de 360 dias-multa, fixada à razão de um trigésimo do salário mínimo vigente à época do fato.

“No caso, a pena máxima foi justificada devido às consequências do crime, e a diversas agravantes, inclusive, devido ao fato de ter sido praticado um crime hediondo no período da pandemia do Coronavírus, onde a sociedade está ainda mais fragilizada e acuada em suas próprias residências”, destacou o promotor Júlio.

Agência de Notícias do MPAC

Continue lendo

Policial

Mais um veiculo furtado e recuperado pela PRF do Acre

A polícia Federal Rodoviária  recuperou mais  um veículo

Publicado

em

A polícia Federal Rodoviária  recuperou mais  um veículo furtado que circulava em nossas rodovias com placa adulterada.
O veículo foi furtado em Rio Branco no mês de Novembro e já rodava com placa igual a de outro veículo de mesma cor e modelo (clone).

Nossa equipe chegou até o veículo após informações passadas pela Delegacia de Combate a Roubos e extorsões (DECORE) da Polícia Civil do Acre.

Além de ser enquadrado como receptador de veículo furtado, o condutor do veículo ainda foi encaminhado à Delegacia de Flagrantes de Rio Branco (DEFLA) por adulteração de sinais identificadores do veículo (no caso a placa) e por falsificação de documentos públicos.

Os policiais da PRF informaram ao verdadeiro dono do veículo que o seu bem havia sido recuperado.

Ascom

Continue lendo

Policial

Polícia Civil recupera objetos furtados de comércio

A Polícia Civil na cidade de Feijó vem investigando

Publicado

em

A Polícia Civil na cidade de Feijó vem investigando os autores de um furto realizado na madrugada do último domingo (28/11) na loja Eletrolane, localizada no centro da cidade.

Após investigação da polícia civil todos os agentes foram identificados e responderão na justiça pelo crime cometido
Por conta das diligências foi possível recuperar duas caixas de som e um violão, diminuindo o prejuízo da vítima em R$ 3.450,00 (três mil quatrocentos e cinquenta reais).

A investigação continua e a busca pelos objetos furtados também.

Continue lendo

Policial

Polícia Civil prende homem por descumprimento de medida protetiva em Rio Branco

 A Polícia Civil prendeu F.O.S.D, de 38 anos de idade

Publicado

em

A Polícia Civil prendeu F.O.S.D, de 38 anos de idade, em cumprimento ao mandado de prisão pelo delito de descumprimento de medidas protetivas de urgência, com base na Lei Maria da Penha.

O investigado, após receber a intimação das medidas protetivas em seu desfavor, não respeitou tal decisão judicial e, reiteradas vezes, descumpriu o limite mínimo de distância entre a vítima, e continuou indo à residência de sua ex-companheira, ameaçando-a.

Após a autoridade policial da DEAM tomar conhecimento sobre tais delitos, foi representado pela prisão preventiva em desfavor do agressor, e a ordem judicial foi expedida pela Vara de Proteção à Mulher da Comarca de Rio Branco/AC.

O mandado de prisão foi cumprido no bairro Floresta Sul. O preso foi conduzido à DEFLA, onde ficará à disposição da justiça.

Continue lendo

Trending