Conecte-se conosco

Policial

PF deflagra operação contra criminosos por fraude na Previdência Social no Acre

A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira, 20, a Operação Policial “Escambo” para combater a prática

Publicado

em

A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira, 20, a Operação Policial “Escambo” para combater a prática ilegal de concessão de benefícios previdenciários de aposentadoria por idade e auxílio-maternidade a segurados especiais na condição de trabalhador rural.

A PF cumpriu três mandados judiciais de busca e apreensão, sendo 02 (dois) mandados judiciais na cidade de Sena Madureira/AC e 01 (um) mandado judicial na cidade de Campo Grande/ MS.

Durante as investigações, que começaram em maio de 2017, a PF identificou como possível irregularidade a declaração de atividade rural ideologicamente falsa, não comprovação de efetivo exercício de atividade rural, inserção de dados no sistema atestando indevidamente a qualidade de trabalhador rural.

Os envolvidos responderão pelos crimes de estelionato previdenciário, art. 171, § 3º, do Código Penal, falsidade ideológica, art. 299 do Código Penal, e inserção de dados falsos em sistema de informações, art. 313-A do Código Penal, corrupção eleitoral, art. 299, do Código Eleitoral, com penas de até 12 anos de reclusão.

A Polícia Federal reforça que a atual pandemia não afetou as investigações e ações da instituição nos crimes de sua atribuição, mas que as diligências policiais foram cumpridas em total observância às normas sanitárias de prevenção ao COVID-19, sobretudo o uso de equipamentos de proteção individual para resguardar a saúde dos policiais e dos investigados.

A investigação conduzida pela Polícia Federal no Acre foi denominada de “Escambo” – o termo significa troca de bens ou serviço sem uso de moeda ou qualquer tipo de troca ou permuta.

Por Assessoria

Continue lendo

Policial

Policia Civil deflagra 1ª fase da “Operação Status Debitum” no Acre e Mato Grosso do Sul

Publicado

em

Na manhã desta sexta-feira, 21, a Polícia Civil do Estado do Acre, por meio da Delegacia de Combate à Corrupção (DECCOR) em ação conjunta com a Polícia Civil do Mato Grosso do Sul, através do Departamento de Repressão a Corrupção e ao Crime Organizado – DRACCO deflagrou a 1ª fase da Operação Status Debitum.

Nesta fase que contou com a participação de cinco delegados e mais de oitenta policiais, foram cumpridos 13 (treze) mandados de busca e apreensão, sendo 08 (oito) no Acre e 05(cinco) no Mato Grosso do Sul.

A operação tem por objetivo colher elementos probatórios de crimes contra a administração pública praticada por organização criminosa que atua no pagamento ilegal de precatórios, dívidas do poder público reconhecidas judicialmente.

O nome da operação vem da expressão latina “situação da dívida” uma vez que o grupo criminoso tinha informações privilegiadas sobre o andamento e processamento dos precatórios.

Continue lendo

Policial

Operação Status Debitum, da Polícia Civil, atinge procurador do Estado e ex-presidente da OAB

O escritório do advogado Cristopher

Publicado

em

O escritório do advogado Cristopher Mariano e os apartamentos do procurador regional da PGE em Brasília, João Paulo Setti, e do ex-presidente da OAB, Erick Venâncio, são alvos de busca e apreensão da Polícia Civil na manhã desta sexta-feira (21). Trata-se de uma operação que apura a chamada “máfia dos precatórios”.

A operação, quem tem o nome de Status Debitum, apura a existência de um esquema que teria resultado em um prejuízo de ao menos R$ 20 milhões.

A Polícia Civil informou que vai dar detalhes da operação em uma coletiva às 10h.

Luciano Tavares

Continue lendo

Policial

Policia Civil prende trio acusado de estupro de vulnerável

A Polícia Civil, com apoio da Polícia Militar

Publicado

em

A Polícia Civil, com apoio da Polícia Militar, deu cumprimento a três mandados de prisão e busca e apreensão nos dias 18 e 19 de Janeiro 2022 e logrou êxito na prisão de L. F. do N. L. de 18 anos; F. A. M. de 22 anos e F. da C. do C. da S. F. de 20 anos. O trio é acusado acusado de estupro de vulnerável ocorrido no início de dezembro de 2021.

A vitima, uma adolescente de 13 anos, foi violentada no município de Jordão, interior do Acre. A vítima e a mãe da vítima foram ouvidas no início de janeiro do corrente ano, tendo já a autoridade policial Valdinei Soares Costa representado pela prisão dos envolvidos, e também pela busca e apreensão dos aparelhos celulares dos acusados, vez que, a vítima relatou que os autores, além de abusarem sexualmente da mesma, ainda gravaram toda a cena de abuso sexual.

O Ministério Público opinou pela expedição dos mandados de prisão e busca e apreensão, bem como, o Poder Judiciário atento aos anseios da sociedade de Jordão/AC prontamente deferiu os mandados, os quais foram devidamente cumpridos.

Vale ressaltar a agilidade na expedição dos mandados, e também a pronta resposta que foi dado no cumprimento dos mandados, pois, este tipo de crime não pode ser tolerado pela sociedade, muito mais, numa cidade pequena e distante como é Jordão/AC.

Os três presos agora serão recambiados para Tarauacá, onde irão ser interrogados sobre os fatos e posteriormente irão para o presidio Moacir Prado. Vale ressaltar que um dos acusados, após o crime foi pra zona rural de Jordão onde a equipe de policiais tiveram que navegar de barco por mais cinco horas para chegar ao local, onde o suspeito estava escondido, tendo êxito na prisão do mesmo.

Ascom

Continue lendo

Trending