Conecte-se conosco

Política

Inep remarca provas do Encceja 2020 para agosto

As provas do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos

Publicado

em

As provas do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos 2020 (Encceja) foram remarcadas para o dia 29 de agosto. Por causa do cenário da pandemia da covid-19, que deixou vários estados com capacidade menor que 80% dos leitos para pacientes acometidos pelo novo coronavírus, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) ajustou o cronograma da prova, inicialmente prevista para o dia 25 de abril. A alteração está publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira (9).

Em nota, o Inep ressaltou que está empenhado em realizar a edição 2020 do Encceja e não tem medido esforços para cumprir sua missão institucional, sempre com aprimoramento de seus instrumentos.

“Do ponto de vista técnico-pedagógico, a postergação da data de aplicação do Encceja 2020 trará o menor impacto possível diante do estado de emergência de saúde pública de importância internacional. Assim, seguindo as recomendações já expressas por autoridades brasileiras, para a garantia da segurança de todos os envolvidos nas atividades de aplicação do exame, o Instituto entende a necessidade de adequação do calendário de aplicação das provas”, diz o documento.

Segundo o Inep, 1.630.046 participantes estão confirmados para o Encceja 2020. Desse total, 301.438 farão provas para obter certificação de ensino fundamental e 1.328.608 para o ensino médio. A participação no Encceja é voluntária, gratuita – para quem não faltou à última edição – e destinada a jovens e adultos que não concluíram os estudos na idade apropriada. Por meio do exame, que avalia competências, habilidades e saberes adquiridos no processo escolar ou extraescolar, os participantes têm a oportunidade de conseguir a certificação para as duas etapas de ensino.

Entre outras finalidades, o Encceja também possibilita que os gestores educacionais se baseiem na avaliação para corrigir questões relacionadas ao fluxo escolar, como a evasão de estudantes. Dessa forma, o exame serve de baliza para a implementação de procedimentos e políticas, visando à melhoria da qualidade na oferta da educação de jovens e adultos, bem como o aperfeiçoamento do processo de certificação. Além disso, os resultados das provas viabilizam o desenvolvimento de estudos e indicadores sobre o sistema educacional brasileiro.

Material
Os interessados no Encceja podem acessar diversos materiais de estudo, desenvolvidos pelo Ministério da Educação (MEC), disponíveis no portal do Inep. Além das apostilas com conteúdo de todas as etapas e áreas de conhecimento, o instituto também possibilita o acesso a provas e gabaritos de edições anteriores. Todo o material é gratuito.

Aos inscritos para a certificação do ensino fundamental é disponibilizado conteúdo de matemática; ciências; história e geografia; língua portuguesa, língua estrangeira, artes e educação física. Já as apostilas para a certificação do ensino médio são de ciências da natureza e suas tecnologias; ciências humanas e suas tecnologias; linguagens, códigos e suas tecnologias e matemática e suas tecnologias.

Na página do Encceja no portal do Inep, há uma série de apostilas voltada para os professores. O conteúdo apresenta sugestões de trabalho, com o objetivo de direcionar os professores em relação ao desenvolvimento das competências e habilidades que estruturam o exame.

Fernando Fraga

Continue lendo

Política

Com emenda de Alan Rick, Hospital do Idoso ganha novos monitores cardíacos

Nesta quinta-feira, 02/12, o Hospital do Idoso recebeu

Publicado

em

Nesta quinta-feira, 02/12, o Hospital do Idoso recebeu três monitores cardíacos e nos próximos dias serão entregues outros equipamentos como geladeiras, ar-condicionados e armários, todos frutos de emenda parlamentar de R$ 162 mil direcionada pelo Deputado Alan Rick (DEM).

Também será entregue uma máquina unitizadora de medicamentos – equipamento que automatiza o fracionamento da medicação dando mais segurança na administração dos fármacos adquiridos em grande quantidade. Emenda de aquisição do equipamento já foi paga no valor de R$ 240 mil.

O deputado federal que já está em seu segundo mandato tem direcionado recursos para a saúde do Acre para além do que é de execução obrigatória. Vários outdoors em Rio Branco e nos municípios anunciam os valores. Nos dois mandatos foram mais de R$ 110 milhões, recursos que beneficiaram hospitais regionais, unidades mistas, UPAs da capital e do interior, além de unidades de Saúde dos 22 municípios.

Alan Rick, que está em Brasília, foi representado pelo assessor Carlos Sérgio, na entrega dos equipamentos, na manhã desta quinta-feira, 02/12, e mandou um vídeo cumprimentando os servidores. Na gravação, o parlamentar também anunciou mais investimentos para as unidades que compõem o complexo de saúde da Fundação Hospitalar e para o UNACON.

Entre as emendas já direcionadas no orçamento de 2022, Alan Rick garantiu mais R$ 500 mil para a Fundação Hospitalar.

Para o Hospital do Câncer (UNACON), o parlamentar destinou R$ 1,4 milhão. Desses, R$ 400 já foram pagos para a reforma do prédio.

O diretor-presidente da FUNDHACRE agradeceu a sensibilidade do deputado Alan Rick em relação às necessidades da saúde do Acre, em especial, da Fundação. “Agradecemos esse investimento do seu mandato na FUNDHACRE, em várias frentes, e agora o Hospital do Idoso também sendo contemplado. Esses equipamentos de alta tecnologia vão somar na assistência direta aos nossos pacientes” – completou.

“Também quero agradecer. Obrigada deputado Alan Rick. Com essa aquisição, eu e minhas colegas vamos prestar uma assistência mais adequada aos nossos pacientes. Isso é primordial, principalmente, para o paciente idoso.” – agradeceu a enfermeira Luiza Medeiros, diretora geral do Hospital do Idoso.

Continue lendo

Política

Deracre em Cruzeiro do Sul é alvo de busca e apreensão da Polícia Civil

Agentes da Polícia Civil cumprem mandados

Publicado

em

Agentes da Polícia Civil cumprem mandados de busca e apreensão desde as primeiras horas da manhã desta quinta-feira (2) na sede do Deracre em Cruzeiro do Sul e em residência de gestores do setor no município. A priori não houve prisão.

A ação policial tem por objetivo coletar documentos que indiquem possíveis crimes praticados no setor na região do Juruá.

Por telefone, o diretor do Deracre em Cruzeiro do Sul, Luciano Oliveira, confirmou que houve buscas por documentos em suas residência e de outros chefes de setores e afirmou estar tranquilo e à disposição do trabalho da polícia.

“É o trabalho deles, da polícia. Estou tranquilo. Nosso trabalho do Deracre aqui no Juruá está dando certo, é destaque entre a secretarias do governo. E entendo que a polícia está fazendo seu papel. Algo normal. Também não sou ordenador de despesas”, disse o diretor.

Luciano Oliveira diz não duvidar de que haja cunho político na ação às vésperas das eleições.

Luciano Tavares

Continue lendo

Política

Petecão elogia embaixador no Peru: “Acre vai precisar muito dele”

O Plenário do Senado aprovou

Publicado

em

O Plenário do Senado aprovou nesta quarta-feira (1) com 39 votos favoráveis, 5 contrários e 2 abstenções, a indicação do diplomata Sérgio França Danese para o cargo de embaixador do Brasil no Peru.

No Plenário, o senador Sérgio Petecão elogiou o diplomata e lembrou que o estado do Acre tem fronteira com o Peru. “Lá no Acre vamos precisar muito dele”, disse Petecão.

A República do Peru é o quarto país mais populoso da América do Sul, com 33,5 milhões de habitantes, e o vigésimo mais extenso do mundo (1.285.216 quilômetros quadrados). Está entre os países com maior diversidade biológica e conta com abundância de recursos minerais. Brasil e Peru mantêm Aliança Estratégica desde 2003. Entre os principais temas da relação bilateral estão a integração fronteiriça, o combate a ilícitos transnacionais, o adensamento dos laços econômico-comerciais e a cooperação técnica.

Em 2020, o Brasil se manteve na posição de terceiro maior exportador ao Peru, com exportações de US$ 1,66 bilhão. Um dos desafios da relação é a dinamização da agenda econômico-comercial. Em abril de 2016, os dois países assinaram o Acordo de Ampliação Econômico-Comercial (AAEC), que contempla investimentos, serviços e compras governamentais.

O intercâmbio comercial peruano de 2020 registra queda, com exportações de US$ 39 bilhões (-14% em relação a 2019) e importações de US$ 33,8 bilhões (-15%). O superávit no ano foi de US$ 5,5 bilhões.

Fonte: Agência Senado

Continue lendo

Trending