Conecte-se conosco

Esporte

Vasco enfrenta Bangu pensando no Tombense-MG, rival na Copa do Brasil

Vasco e Bangu abrem a oitava rodada da Taça Guanabara, primeiro turno do Campeonato Carioca, neste sábado

Publicado

em

Vasco e Bangu abrem a oitava rodada da Taça Guanabara, primeiro turno do Campeonato Carioca, neste sábado (3), às 21h05 (horário de Brasília), no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ). Nono colocado no Estadual, o Cruzmaltino vai poupar jogadores para ir com força total para o duelo contra o Tombense-MG, na próxima quarta-feira (7), em partida válida pela Segunda Fase da Copa do Brasil. O embate de hoje (3) será transmitido pela Rádio Nacional, com narração de Rodrigo Campos, comentários de Waldir Luiz, reportagem de Rodrigo Ricardo e plantão de notícias com Artid Nick.

O Gigante da Colina vem de dois empates – contra Fluminense (1 a 1) e o Madureira (2 a 2) – e precisa vencer as quatro últimas rodadas para chegar às semifinais do Carioca. Mesmo assim, os jogadores Léo Matos, Leandro Castan, Ernando, Marquinhos Gabriel e Germán Cano não viajarão para Volta Redonda: seguem treinando na capital fluminense.

“A gente tem que equilibrar para ter uma equipe competitiva contra o Bangu e também muito forte contra a Tombense, num jogo único e mata-mata”, justificou o técnico Marcelo Cabo, lembrando que relacionou pela primeira vez dois jovens do Sub-20, Caio Eduardo e Marlon Gomes para serem observados entre os profissionais.

Caio, jogador sub-20, é relacionado pela primeira vez para equipe principal do Vasco contra o Bangu, no Campeonato Carioca, em 03/04/2020
Relacionado pela primeira vez pelo técnico Marcelo Cabo, Caio, da equipe crusmaltina sub-20, pode estrear neste sábado (3), contra o Bangu, pelo Campeonato

“A gente precisa encorpar o elenco principal e também prospectar novos valores dentro da categoria da base. Dar oportunidades e lançá-los no momento certo, como já fizemos com Laranjeira, Figueiredo, Matías Galarzo e outros”, destacou o treinador.

O Vasco tem sete pontos e está a quatro do Madureira, clube que abre o pelotão do G4. do Carioca. Já o Bangu soma cinco pontos, ocupa a 11ª posição, à frente apenas do lanterna Macaé, com um ponto..

Trabalho retomado. Não podemos esmorecer. Sábado (3), 21h05, é dia de mais um jogo. Vamos com tudo em busca da vitória!

Cláudia Soares Rodrigues

Continue lendo

Esporte

Tóquio: Brasil bate México nos pênaltis e vai à final contra Espanha

O sonho do bicampeonato continua vivo

Publicado

em

O sonho do bicampeonato continua vivo. A seleção brasileira de futebol masculino se classificou na manhã deste terça-feira (3) para a final da Olimpíada de Toquio (Japão) após derrotar o México nos pênaltis por 4 a 1, já que o placar de 0 a 0 permaneceu até o final da prorrogação. O confronto foi realizado no estádio Ibaraki Kashima, na cidade de Kashima. O adversário brasileiro na final será a Espanha que derrotou o Japão na prorrogação por 1 a 0. A briga pelo ouro será no sábado (7), às 8h30 (horário de Brasília).

Os brasileiros Daniel Alves, Gabriel Martinelli, Bruno Guimarães e Reinier converteram suas batidas, assim como o volante mexicano Carlos Rodrígues. Já Eduardo Aguirre e Vásquez desperdiçaram as finalizações.

Esta é a quinta final olímpica da seleção brasileira de futebol masculino. Em três oportunidades ficou com a prata: em Los Angeles 1984 (contra a França), Seul 1988 (diante da União Soviética) e em Londres 2012 (contra o México). Já na Rio 2016, o Brasil ficou com a medalha de ouro contra a Alemanha, no Maracanã.

Jogo
O Brasil dominou o jogo em grande parte do primeiro tempo. Mas a primeira oportunidade foi dos mexicanos. Aos 8 minutos, após cobrança de escanteio, Henry Martín cabeceou à direita do goleiro Santos. Cinco minutos depois, aos 13, foi a vez da equipe comandada por André Jardine responder em chute cruzado do lateral-esquerdo Guilherme Arana.

Aos 22, o capitão Daniel Alves cobrou falta forte, provocando defesa do goleiro Ochoa. De tanto pressionar, o árbitro Gerogi Kabakov (Bulgária) marcou pênalti aos 27, quando Douglas Luiz foi derrubado por Esquível. Entretanto, o juiz consultou o árbitro de vídeo e voltou atrás na decisão, cancelando a penalidade.

Restando cinco minutos para o intervalo, os mexicanos cresceram na partida e quase abriram o placar. Aos 41, em contra-ataque, Romo recebeu dentro da área e chutou forte, obrigando difícil defesa de Santos.

No segundo tempo, com menos um minuto de bola rolando, Martín finalizou forte, de longa distância. Uma bola venenosa, mas Santos, atento, conseguiu realizar a defesa. Aos 20, Antony, do Brasil, chutou rasteiro no canto direito de Ochoa, desta vez faltou força para dificultar a vida do goleiro.

O lance mais perigoso do confronto saiu aos 36 em uma cabeçada do atacante Richarlison na trave direita do México. Se a bola entrasse, poderia ter sido o gol do acesso à final dos Jogos Olímpicos.

Continue lendo

Esporte

Brasil e México decidem vaga na final de Tóquio

Os dois últimos campeões olímpicos

Publicado

em

Os dois últimos campeões olímpicos do futebol masculino vão decidir quem continua sonhando com mais um ouro, nesta terça (3), às 5h (hora de Brasília), no estádio Kashima. O vencedor de Brasil e México vai à final dos Jogos de Tóquio contra Japão ou Espanha, que se enfrentam na outra semifinal.

O atacante Matheus Cunha sofreu uma contratura e é dúvida na seleção brasileira. O treinador André Jardine faz mistério quanto ao substituto, mas Paulinho e Reinier são as opções mais prováveis. “Treinamos uma opção, mas não vou abrir pra não facilitar a vida do México. Tenho certeza que a coletividade não sai prejudicada.”

Em jogos olímpicos, Brasil e México só se enfrentaram uma vez, na final de Londres em 2012 que terminou com a vitória de 2 a 1 dos mexicanos. Para o meia Anthony essa lembrança não passa pela cabeça dos jogadores. “Não me recordo muito bem, só tinha 12 anos. Não vira assunto aqui pra gente.”

 

Continue lendo

Esporte

Libertadores: Fla luta por vaga nas quartas com Defensa y Justicia

O Flamengo faz na noite desta quarta-feira

Publicado

em

O Flamengo faz na noite desta quarta-feira (21) o segundo e decisivo jogo contra o Defensa y Justicia (Argentina), pelas oitavas de final da Copa Libertadores da América. O duelo, às 21h30 (horário de Brasília), contará com presença de público no estádio Mané Garricha, no Distrito Federal. O confronto será transmitido ao vivo pela Rádio Nacional, com narração de André Luiz Mendes, comentários de Waldir Luiz e plantão de notícias com Bruno Mendes.

A comercialização de ingressos foi permitida para 25% da capacidade do estádio, o equivalente a cerca de 18 mil torcedores. A entrada estará autorizada apenas aos torcedores que comprovarem a imunização completa (segunda dose da vacina contra a covid-19 ou dose única) ou apresentarem exame PCR com resultado negativo.

Como no duelo de ida os rubro-negros venceram por 1 a 0 em Santa Rosa, província de Grande Buenos Aires (Argentina), um simples empate será o suficiente para classificação do time carioca. Caso os argentinos vençam por 1 a 0 na noite de hoje (21), a vaga para as quartas de final será decidida em cobranças de pênaltis. Para o Defensa passar de fase no tempo regulamentar, terá de vencer por dois gols ou mais de vantagem, ou triunfar por um gol de diferença, diferente de 1 a 0.

Além de ter vencido a primeira partida das oitavas, o Flamengo vem embalado após vencer o Bahia por 5 a 0 no último domingo (18) pela 12ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. Além disso, os cariocas engataram a terceira vitória consecutiva (Chapecoense, Defensa y Justicia e Bahia) contra os baianos, as duas últimas sob o comando de Renato Gaúcho, contratado como técnico no último dia 12 para substituir Rogério Ceni.

Quem joga
Para a partida desta noite, Renato Gaúcho poderá contar com os retornos do zagueiro Rodrigo Caio e do atacante Bruno Henrique, recuperados de problemas físicos. A dupla deve começar no time titular. Desta forma, Michael volta para o banco de reservas. Já na zaga, Léo Pereira e Gustavo Henrique disputam vaga para saber quem começa jogando. A provável escalação deve ser com Diego Alves, Mauricio Isla, Rodrigo Caio, Gustavo Henrique (Léo Pereira) e Filipe Luís; Willian Arão, Diego, Everton Ribeiro, Arrascaeta, Bruno Henrique e Gabigol.

Continue lendo

Trending