Conecte-se conosco

Policial

MPAC apura afastamento de profissionais de saúde em penitenciária de Rio Branco

O Ministério Público do Estado do Acre (MPAC), por intermédio da 4ª Promotoria de Justiça Criminal, instaurou uma notícia

Publicado

em

O Ministério Público do Estado do Acre (MPAC), por intermédio da 4ª Promotoria de Justiça Criminal, instaurou uma notícia de fato para apurar a denúncia de que profissionais contratados para atuar na Unidade Básica de Saúde do Complexo Penitenciário de Rio Branco não recebem salários há dois meses e, sem sucesso nas negociações, foram orientados a suspender a prestação de serviços a partir desta segunda-feira (29).

De acordo com a peça, 16 profissionais de saúde foram contratados em janeiro, em caráter temporário, divididos entre os cargos de técnico em enfermagem, microscopista, auxiliar de farmácia, auxiliar de saúde bucal, enfermeiro, farmacêutico, fisioterapeuta, cirurgião dentista, médico e nutricionista.

No entanto, conforme a denúncia que chegou ao MPAC, os pagamentos não foram realizados pois os recursos financeiros oriundos de convênio com o Ministério da Saúde não teriam sido repassados pela Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre) ao Instituto de Administração Penitenciária (Iapen).

O promotor de Justiça Tales Fonseca Tranin, que assina o documento, ressalta que o eventual afastamento dos profissionais contratados resultaria em consequências incalculáveis, prejudicando até o andamento de rotinas simples do estabelecimento prisional, como a administração diária de medicações.

“Neste contexto, é cediço que as condições de atendimento na Unidade Básica de Saúde do complexo FOC são precárias e que a população carcerária padece com a insuficiência de recursos materiais, estruturais e de pessoal. A realidade por eles vivenciada não permite que serviços de natureza essencial sofram paralisações como a que vem sendo aventada, notadamente durante o enfrentamento da pandemia pelo COVID-19, momento que demanda atenção redobrada”, aponta o promotor de Justiça.

Diante disso, o MPAC encaminhou ofício ao diretor-presidente do Iapen e ao secretário de Saúde do Estado sugerindo o imediato retorno dos profissionais contratados, visando garantir a continuidade do funcionamento da Unidade Básica de Saúde do Complexo Penitenciário de Rio Branco, bem como, que os gestores empreendam esforços no sentido de efetuar os pagamentos em atraso com a maior brevidade possível, tendo em vista tratar-se de serviço de natureza essencial.

Foi estabelecido ainda um prazo de 10 dias para que os oficiados forneçam ao MPAC informações atualizadas acerca da situação dos contratos.

Continue lendo

Policial

Mais um veiculo furtado e recuperado pela PRF do Acre

A polícia Federal Rodoviária  recuperou mais  um veículo

Publicado

em

A polícia Federal Rodoviária  recuperou mais  um veículo furtado que circulava em nossas rodovias com placa adulterada.
O veículo foi furtado em Rio Branco no mês de Novembro e já rodava com placa igual a de outro veículo de mesma cor e modelo (clone).

Nossa equipe chegou até o veículo após informações passadas pela Delegacia de Combate a Roubos e extorsões (DECORE) da Polícia Civil do Acre.

Além de ser enquadrado como receptador de veículo furtado, o condutor do veículo ainda foi encaminhado à Delegacia de Flagrantes de Rio Branco (DEFLA) por adulteração de sinais identificadores do veículo (no caso a placa) e por falsificação de documentos públicos.

Os policiais da PRF informaram ao verdadeiro dono do veículo que o seu bem havia sido recuperado.

Ascom

Continue lendo

Policial

Polícia Civil recupera objetos furtados de comércio

A Polícia Civil na cidade de Feijó vem investigando

Publicado

em

A Polícia Civil na cidade de Feijó vem investigando os autores de um furto realizado na madrugada do último domingo (28/11) na loja Eletrolane, localizada no centro da cidade.

Após investigação da polícia civil todos os agentes foram identificados e responderão na justiça pelo crime cometido
Por conta das diligências foi possível recuperar duas caixas de som e um violão, diminuindo o prejuízo da vítima em R$ 3.450,00 (três mil quatrocentos e cinquenta reais).

A investigação continua e a busca pelos objetos furtados também.

Continue lendo

Policial

Polícia Civil prende homem por descumprimento de medida protetiva em Rio Branco

 A Polícia Civil prendeu F.O.S.D, de 38 anos de idade

Publicado

em

A Polícia Civil prendeu F.O.S.D, de 38 anos de idade, em cumprimento ao mandado de prisão pelo delito de descumprimento de medidas protetivas de urgência, com base na Lei Maria da Penha.

O investigado, após receber a intimação das medidas protetivas em seu desfavor, não respeitou tal decisão judicial e, reiteradas vezes, descumpriu o limite mínimo de distância entre a vítima, e continuou indo à residência de sua ex-companheira, ameaçando-a.

Após a autoridade policial da DEAM tomar conhecimento sobre tais delitos, foi representado pela prisão preventiva em desfavor do agressor, e a ordem judicial foi expedida pela Vara de Proteção à Mulher da Comarca de Rio Branco/AC.

O mandado de prisão foi cumprido no bairro Floresta Sul. O preso foi conduzido à DEFLA, onde ficará à disposição da justiça.

Continue lendo

Trending