Tião Bocalom faz balanço dos primeiros 50 dias de governo

A prefeitura de Rio Branco, realizou durante ultimo  sábado, 20, no auditório da Associação dos Municípios do Acre (Amac),

A prefeitura de Rio Branco, realizou durante ultimo  sábado, 20, no auditório da Associação dos Municípios do Acre (Amac), um encontro entre secretários, diretores e coordenadores municipais para fazer um balanço dos primeiros 50 dias de administração, realizar o diagnóstico situacional do Município e alinhar as metas prioritárias para a conclusão dos 100 dias de governo.

Ana Batista é secretária adjunta de Planejamento. Segundo ela, esta é uma reunião muito importante porque é um alinhamento estratégico para fazer os ajustes necessários e dar continuidade ao Plano de Metas dos 100 dias.

“É um momento em que discutimos e apresentamos os resultados, fazemos ajustes e realinhamos algumas ações, principalmente porque fomos surpreendidos por uma enxurrada, uma enchente. Então com a avaliação desse cenário, vamos continuar no caminho que nós estamos traçando pra dar o retorno e a resposta que o povo tanto precisa”, informou a secretária.

Para o secretário da Casa Civil, Artur Neto, os 100 primeiros dias de uma administração diz como vão ser os próximos quatro anos e é o que se está buscando: uma administração planejada. “E o que nós estamos fazendo é isso, trazendo todos os secretários e diretores, para trazer à lembrança de que nossa gestão precisa estar linkada ao Plano de Governo que foi apresentado à sociedade e aprovado por essa sociedade na eleição de 2020. Nós estamos fazendo uma conferência, para ver se isso está alinhado ou àquelas ações que não estão, estamos trazendo para dentro de Plano de Governo, para ajustar essa situação”, explicou Artur.

O prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom, disse que toda a gestão precisa estar sempre se reunindo para fazer um balanço geral do que foi feito e do que se quer fazer. “Não tem jeito de se trabalhar cada um no seu lugarzinho, tem que todo mundo chegar, se encontrar e cada um dizer o que está fazendo, como é que a gente pode fazer. Porque aqui é um corpo só. É muito importante esse trabalho de hoje, para avaliar os primeiros 50 dias e preparar os outros 50 dias. É assim que a gente vai fazer durante os nossos quatro anos de mandato”, enfatizou Bocalom.

Mesmo com todas as dificuldades, neste início de gestão por causa da pandemia de covid, aumento de casos de dengue, alagação do Rio Acre e da enxurrada dos igarapés, o prefeito fez uma avaliação muito positiva desses 50 primeiros dias. “A gente ouve nas ruas, as pessoas dizendo: ‘Bocalom, apesar de todos os problemas, de tudo o que está acontecendo, está tudo indo bem’. Nunca um prefeito assumiu Rio Branco com tantos problemas como nós assumimos agora e, graças a Deus, a equipe está dando resultado. O mais importante é que tudo o que a gente está fazendo é com o coração”, finalizou o prefeito.

In this article