Conecte-se conosco

Outras

Acre avança para a fase amarela e pode reabrir bares, restaurantes e pizzarias

O Acre foi reclassificado para a fase amarela, que é de atenção, pelo Pacto Acre Sem Covid e pode reabrir bares, restaurantes

Publicado

em

O Acre foi reclassificado para a fase amarela, que é de atenção, pelo Pacto Acre Sem Covid e pode reabrir bares, restaurantes, pizzarias e cinema com restrições. O anúncio foi feito na tarde desta quarta-feira (5) pela equipe do governo do estado.

Os encontros religiosos também estão permitidos no Acre durante a fase amarela. Porém, o governo já havia liberado os eventos no último dia 24, com apenas 20% da capacidade após muita pressão por parte dos líderes religiosos. O Ministério Público Estadual e Ministério Federal encaminharam uma recomendação para que a decisão fosse revista pelo Comitê de Acompanhamento Especial da Covid-19.

Veja como estão os casos de Covid-19 em cada cidade

MÉDIA MÓVEL: veja em que estados as mortes estão subindo, em estabilidade ou em queda
Na terceira avaliação do pacto, feita entre os dias 19 de julho a 1 de agosto, o comitê que acompanha os casos nas cidades anunciou que todas as regionais do Acre passam da fase laranja, que é de alerta, para a fase de atenção, representada pela cor amarela.

As fases são definidas por bandeiras, há ainda: a de cuidado, simbolizada pela na cor verde. A mudança de fase ocorre quando o Acre atingiu mais de 21 mil casos de Covid-19. O número de mortes chegou a 547 também nesta quarta. Ainda segundo a Secretaria de Saúde do Acre (Sesacre), há 137 pessoas hospitalizadas com a Covid-19.

Por Aline Nascimento

Continue lendo

Outras

Unidos, Rádio Difusora Acreana continua levando a boa comunicação aos ouvintes do Estado do Acre

Os radialista e jornalistas da Rádio Difusora

Publicado

em

Os radialista e jornalistas da Rádio Difusora Acreana comandada pelo diretor Raimundo Fernandes, vem renovando a cada dia a maneira de se comunicar em todos os seguimentos, sempre com objetivo de levar aos ouvintes as notícias com mais rapidez e agilidade.

Os trabalhos sempre iniciam pela parte da manhã com uma forte oração de agradecimento a Deus por mais um dia de vida.

Segundo o diretor geral, Raimundo Fernandes, este ato de fé garante uma produção e bons rendimentos entre os  funcionários, que temem e confiam no nosso senhor Jesus Cristo. Também é posto em oração os nomes das nossas autoridades, como nosso governado Gladson Camelí, nosso secretário de comunicação Rutembergue Crispim e todas às autoridades do estado que foram constituídas por Deus.

O coordenador de jornalismo, Damião Viana e a Coord. Adm. e Comercial, Francinaide Dias, são os responsáveis pela condução da oração que dura aproximadamente dez minutos.

A paz reina com muita prosperidade entre todos os funcionários, e a convite da direção as amigas da limpeza também participaram do minuto de oração, antes de iniciarem os trabalhos. iniciaram.

Ronaldo Duarte

Continue lendo

Outras

Em Sena Madureira, Porco Espinho entrar em residência e morador aciona os Bombeiros para fazerem a captura

Um morador do Bairro do Bom Sucesso do Município de Sena Madureira

Publicado

em

Um morador do Bairro do Bom Sucesso do Município de Sena Madureira, teve sua residência invadida por um animal silvestre muito perigoso conhecido por porco espinho, comendo o dono da residência acionou o Corpo de Bombeiros que foi até o local para fazer a captura do animal.

Segundo um dos bombeiros que participou da captura o animal subiu em uma mangueira e conseguiu entrar no inteiro da casa, após a captura o animal foi levado para uma área de floresta onde foi devolvido para a natureza, seu lugar de origem.

Da redação Acreonline.net com informações da instituição

Continue lendo

Outras

Trabalhadores nascidos em julho podem sacar auxílio emergencial

Trabalhadores informais e inscritos no Cadastro Único

Publicado

em

Trabalhadores informais e inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) nascidos em junho podem sacar a sexta parcela do auxílio emergencial 2021. O dinheiro foi depositado nas contas poupança digitais da Caixa Econômica Federal em 28 de setembro.

Os recursos também podem ser transferidos para uma conta corrente, sem custos para o usuário. Até agora, o dinheiro apenas podia ser movimentado por meio do aplicativo Caixa Tem, que permite o pagamento de contas domésticas (água, luz, telefone e gás), de boletos, compras em lojas virtuais ou compras com o código QR (versão avançada do código de barras) em maquininhas de estabelecimentos parceiros.

Em caso de dúvidas, a central telefônica 111 da Caixa funciona de segunda a domingo, das 7h às 22h. Além disso, o beneficiário pode consultar o site auxilio.caixa.gov.br.

O auxílio emergencial foi criado em abril do ano passado pelo governo federal para atender pessoas vulneráveis afetadas pela pandemia de covid-19. Ele foi pago em cinco parcelas de R$ 600 ou R$ 1,2 mil para mães chefes de família monoparental e, depois, estendido até 31 de dezembro de 2020 em até quatro parcelas de R$ 300 ou R$ 600 cada.

Neste ano, a nova rodada de pagamentos, durante sete meses, tem parcelas de R$ 150 a R$ 375, dependendo do perfil: as famílias, em geral, recebem R$ 250; a família monoparental, chefiada por uma mulher, recebe R$ 375; e pessoas que moram sozinhas recebem R$ 150.

Regras
Pelas regras estabelecidas, o auxílio é pago às famílias com renda mensal total de até três salários mínimos, desde que a renda por pessoa seja inferior a meio salário mínimo. É necessário que o beneficiário já tenha sido considerado elegível até o mês de dezembro de 2020, pois não há nova fase de inscrições. Para quem recebe o Bolsa Família, continua valendo a regra do valor mais vantajoso, seja a parcela paga no programa social, seja a do auxílio emergencial.

O programa se encerraria com a quarta parcela, depositada em julho e sacada em agosto, mas foi prorrogado até outubro, com os mesmos valores para o benefício.

A Agência Brasil elaborou um guia de perguntas e respostas sobre o auxílio emergencial. Entre as dúvidas que o beneficiário pode tirar estão os critérios para receber o benefício, a regularização do CPF e os critérios de desempate dentro da mesma família para ter acesso ao auxílio.

* Colaborou Andreia Verdélio

Continue lendo

Trending