Conecte-se conosco

Policial

Polícia investiga derrame de notas falsas de R$ 50 e 100 em Sena Madureira

De acordo com o delegado, é comum que às vésperas de grandes festas, como Carnaval, Natal e Fim de Ano, os falsários se aproveitem para aplicar esse tipo de golpe

Publicado

em

Fonte: Contilnet


Um possível derrame de notas falsas de 50,00 e 100 reais no comércio de Sena Madureira está sendo investigado pela polícia desde o início desta semana.

Nas últimas 48 horas, pelo menos duas pessoas compareceram à delegacia de polícia civil do município denunciando as falsificações. As cédulas apresentadas foram apreendidas.

Uma fonte da Polícia Federal informou que as investigações sobre falsificação de moedas e notas de dinheiro no país nem sempre são atribuições específicas da Polícia Federal. A PF só entra na investigação quando a falsificação é de qualidade. “Quando é algo grosseiro, a investigação cabe à polícia local”, disse. A qualidade da falsificação de Sena Madureira está sendo avaliada para saber se a Polícia Federal entra ou não nas investigações.

Mas foi o delegado de polícia civil de Sena Madureira, Marcos Frank, que fez o alerta sobre a falsificação, pedindo à população, principalmente aos comerciantes, para que fique atenta. De acordo com o delegado, é comum que às vésperas de grandes festas, como Carnaval, Natal e Fim de Ano, os falsários se aproveitem para aplicar esse tipo de golpe.

Norma do Conselho Monetário Nacional (CMN), em vigor desde junho de 2016, estabelece que, se um cliente receber notas falsas ao fazer saques em caixas eletrônicos, os bancos serão obrigados a restituir imediatamente o valor correspondente à nota. Antes desta norma, não havia uma regra para tratar do assunto e a burocracia fazia com que a troca de nota falsa por verdadeira demorasse até 180 dias.

A regra, no entanto, só vale para notas sacadas nos caixas eletrônicos, e não recebidas, por exemplo, como troco no supermercado, como aconteceu no comércio de Sena Madueira. O Banco Central recomenda recusar imediatamente a nota ao perceber a falsificação.

Mesmo que haja boa fé no recebimento de uma cédula falsa, repassá-la a outras pessoas, sabendo de sua falsidade, é crime. O Código Penal prevê multa e reclusão por períodos que podem variar entre seis meses e dois anos.

As notas falsas devem ser levadas a qualquer agência bancária para serem encaminhadas ao Banco Central. Todas as notas de real verdadeiras têm elementos de segurança que permitem checar se são autênticas. Esses elementos são diferentes entre as notas antigas, de 1994, e nas notas mais recentes, de 2010.

Veja como identificar se uma nota é verdadeira ou falsa, em cada uma das famílias de notas

Nas notas de 1994 e de 2010

A marca d´água – Ao segurar a nota contra a luz, você observa figuras na área clara e lisa da cédula, em tons claros e escuros. O desenho é como se fosse uma marca d´água.

O papel – A cédula é impressa em um papel que tem uma textura mais firme e áspera do que um papel comum.

O relevo – Ao tocar na nota, dá para sentir um relevo em algumas áreas, como na legenda “República Federativa do Brasil” e nos numerais que indicam o valor da cédula.

Nas notas de 2010

Número escondido – Em um lugar com bastante luz, com a nota na altura dos olhos, na posição horizontal, se verá um número escondido ao lado direito da cédula.

O quebra-cabeça formado pela frente e pelo verso – Com a nota contra a luz, o desenho do verso completa o desenho da frente, formando um número, em uma espécie de quebra cabeça.

Os elementos fluorescentes – Com as notas contra uma luz ultravioleta, os números do verso mudam de cor e os fios da cor lilás, que só podem ser vistos com esse tipo de iluminação.

As microimpressões – Com uma lente de aumento, é possível se enxergar o valor da nota impresso em tamanho muito pequeno em várias áreas da cédula.

Nas notas de 1994

A sigla BC – Ao observar a frente da cédula, no canto inferior esquerdo, dá para ver a sigla BC.

O símbolo das Armas Nacionais – A estrela do símbolo das Armas Nacionais aparece nos dois lados da cédula. Ao olhar a nota contra a luz, o desenho impresso de um lado se ajusta exatamente ao desenho do outro lado.

Continue lendo

Policial

Homem é preso por descumprimento de medida protetiva

Na tarde desta quinta-feira, 23, a Polícia Civil

Publicado

em

Na tarde desta quinta-feira, 23, a Polícia Civil por meio da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM) prendeu F.F.A, de 41 anos de idade, em cumprimento ao mandado de prisão pelo delito de descumprimento de medidas protetivas de urgência, com base na Lei Maria da Penha.

O investigado, após receber a intimação das medidas protetivas em seu desfavor, não respeitou tal decisão judicial e, reiteradas vezes, descumpriu o limite mínimo de distância entre a vítima, e continuou indo à residência e ao comércio de sua ex-companheira, ameaçando-a, e a ofendendo moral e fisicamente.

Após a autoridade policial da DEAM tomar conhecimento sobre tais delitos, foi representado pela prisão preventiva em desfavor do agressor, e a ordem judicial foi expedida pela Vara de Proteção à Mulher da Comarca de Rio Branco/AC.
O mandado de prisão foi cumprido no bairro Conjunto Universitário III.
O preso foi conduzido à Delegacia de Flagrantes (DEFLA), onde ficará à disposição da justiça.

Ascom

Continue lendo

Policial

Duas pessoas são presas pelo crime de estupro

Nesta quinta-feira, 23, a Polícia Civil

Publicado

em

Nesta quinta-feira, 23, a Polícia Civil por meio da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher e de Proteção à Criança e ao Adolescente (DEMPCA), em Cruzeiro do Sul, prendeu A. C. D. S., de 23 anos, por descumprir medida de afastamento da vitima, após ser condenado em primeira instância pelo crime de estupro de vulnerável.

Ainda na manhã desta quinta-feira, 23, foi dado cumprimento a mais um mandado de prisão preventiva em desfavor de C. S. D. M., de 50 anos, em virtude de sentença condenatória pelo crime de estupro de vulnerável, a ser cumprida inicialmente em regime fechado.

Os presos foram conduzidos à sede da DEMPCA e em seguida à Unidade Prisional Manoel Neri onde permanecerão à disposição da Justiça.

Ascom/Policia Civil do Acre

Continue lendo

Policial

Farta quantidade de drogas é apreendida em presídio de Sena Madureira

Uma revista minuciosa promovida

Publicado

em

Uma revista minuciosa promovida por policiais penais lotados no presídio Evaristo de Moraes, em Sena Madureira, resultou em apreensão de uma farta quantidade de drogas (maconha e cocaína).

Na quarta-feira (22), dia dedicado às visitas, o material ilícito foi encontrado nas dependências do banheiro dedicado aos visitantes. “Parte do ilícito estava no vaso sanitário e o restante no encanamento do banheiro”, confirmou Francisco de Assis, diretor do presídio.

 

Ao todo, foram apreendidos: 50 macarrões de maconha, 16 tabletes, 03 barras e 03 trouxinhas que pesaram 313 gramas. Além disso, os policiais encontraram 49 gramas de cocaína e 01 trouxa com 23 gramas da mesma substância.

De acordo com a direção do presídio, a fiscalização continuará sendo intensificada com a meta de repelir o tráfico de drogas no referido local.

Contilnet

Continue lendo

Trending