Conecte-se conosco

Outras

Jovem reeducando do Instituto Socioeducativo de Sena é aprovado para o curso de Física do Ifac

O presidente do ISE, Rogério Silva, destaca que o investimento em educação no sistema é uma prioridade do governo do Estado

Publicado

em

Neide Santos


O menor em medida socioeducativa W. S., de 17 anos, dará passos importantes e que representam a ressocialização de fato quando, nesta quarta-feira, 27, participar da aula inaugural do curso de graduação em Física, oferecido pelo Instituto Federal do Acre (Ifac). Ele é o primeiro interno do Centro Socioeducativo Purus-Sena Madureira aprovado para um curso de nível superior, por meio do Exame Nacional do Ensino Médio, o Enem.

O adolescente, agora acadêmico do curso de Física do Ifac, concluiu o Ensino Médio durante este último ano em que esteve cumprindo medida socioeducativa, no núcleo do Instituto Socioeducativo (ISE) em Sena Madureira, por ser morador de Manuel Urbano.

O bom comportamento do menor reeducando e a desenvoltura pra lidar com números logo foram percebidos pela equipe de socioeducadores composta por assistente social, professores e psicóloga, encarregados da implantação do programa de educação ministrado no núcleo.

No caso do jovem de 17 anos era na modalidade Ensino Médio e tão logo concluiu, em novembro do ano passado, já foi inscrito pela equipe para participar do Enem, vindo a ser o quinto colocado, selecionado por meio do Sisu, para as 24 vagas do curso de Física oferecidas pelo Ifac.

O menor em medida socioducativa é o mais novo de três irmãos criados sem o pai por uma dona de casa. “Foi muito bom receber tanto apoio de toda a equipe e ter sucesso na aprovação, perceber que sou capaz e que posso sonhar com grandes conquistas por meio dos estudos”, ressaltou o jovem.

O presidente do ISE, Rogério Silva, destaca que o investimento em educação no sistema é uma prioridade do governo do Estado do Acre, e que resultados como esse demonstram que a educação é um caminho de combate aos graves problemas sociais que envolvem menores em conflito com a lei.

Continue lendo

Outras

Jovem com leucemia precisa de ajuda para continuar tratamento em São Paulo

A família do adolescente Luiz Diogo

Publicado

em

A família do adolescente Luiz Diogo, de 15 anos de idade, diagnóstico com câncer (leucemia mieloide aguda), que é de Rio Branco, pede ajuda para custear as despesas do jovem na cidade de São Paulo, onde fará um transplante de medula.

Diogo, que mora com a família há quase dois anos em Goiânia, faz tratamento contra a doença desde março deste ano na capital de Goiás. As doações podem ser feitas por meio do PIX: (CPF: 829.353.942-91 – Dieime da Silva Ramos Araújo).

“Meu filho começou a sentir uma dor na perna, e quando fizeram o exame de sangue foi constatado a doença. Me desesperei, eu e pai dele. O caso do Luiz é grave, a perna dele estava necrosando, ele não conseguia mais andar. A leucemia dele é muito agressiva”, relatou Dieime da silva Ramos Araújo, mãe de Diogo.

Sobre a doença

Leucemia mieloide aguda, também conhecida pela sigla LMA, é uma doença rara que atinge a medula óssea. As células-tronco dos pacientes diagnosticados com a doença sofrem mutação genética.

Essas células dão origem às células sanguíneas, compostas por leucócitos, hemácias e plaquetas. Nessa situação, as células ficam adoecidas, não conseguem se desenvolver e passam a se multiplicar de forma descontrolada.

Por Folha do Acre

Continue lendo

Outras

Prazo para justificativa de ausência no 1º turno vai até 1º de dezembro

Os eleitores que não

Publicado

em

Os eleitores que não compareceram no domingo (2) para votar no primeiro turno das eleições têm até 1º de dezembro para justificar a ausência sem pagar multa. Aqueles que estão fora do país, possuem título no Brasil e não votaram têm o mesmo prazo ou 30 dias contados da data de retorno para justificar. Ainda assim, quem não compareceu ao primeiro turno pode e deve votar no segundo, marcado para 30 de outubro

r7

Continue lendo

Outras

Sinal 5G será ativado dia 6 em cinco capitais da Região Norte

A Agência Nacional

Publicado

em

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) informou que cinco capitais da Região Norte terão, a partir do dia 6 próximo, a faixa de internet de quinta geração (5G) liberada para a entrada em operação. A nova tecnologia permite transmissão de dados de forma mais veloz, estável e com menor tempo de resposta (latência).

O anúncio – relativo ao início dos serviços em Belém, Macapá, Manaus, Porto Velho e Rio Branco – foi feito hoje (4), em Brasília, pelo conselheiro Moisés Queiroz Moreira, do Grupo de Acompanhamento da Implantação das Soluções para os Problemas de Interferência na faixa de 3.625 a 3.700 MHz (Gaispi).

Essas frequências para o 5G foram leiloadas em novembro de 2021. A previsão inicial era que o serviço seria disponibilizado em todas as capitais até 31 de julho, e que nas demais cidades do país a ativação seria gradual até 2029.

“Foi um trabalho exitoso nessa fase inicial, apesar de difícil e de [envolver] aprendizado, porque não tínhamos total conhecimento dos problemas que poderiam aparecer”, disse o conselheiro, referindo-se à conclusão da primeira etapa de entrega da faixa de 3,5 GHz, a ser explorada por três operadoras (Vivo, TIM e Claro) em todas as capitais do país.

Segundo o coordenador do Gaispi, Henrique Gomes Pinheiro, as operadoras instalaram, até o momento, “mais do que o dobro” de antenas previstas no edital do 5G.

“O mínimo era de 2.528 estações [para as três operadoras]. No entanto, 5.275 já foram instaladas”, disse ele, ao informar que, com isso, o 5G já está presente em 5% das 93 mil estações instaladas no país.

Ele acrescentou que o serviço disponibilizado nas 27 capitais alcança 24% da população brasileira e tem um potencial de chegar a 50 milhões de brasileiros.

Região Norte
De acordo com o conselheiro Moisés Moreira, as operadoras têm até 28 de novembro para ligar todas as estações previstas para a Região Norte. “Serão 57 antenas em Belém; 18 em Macapá; 84 em Manaus; 21 em Porto Velho; e 15 no Rio Branco”, detalhou.

Sobre a nova etapa prevista no edital, que é a de levar a 5G desta faixa às cidades com mais de 500 mil habitantes, o desafio agora é o de avançar na limpeza do espectro utilizado – que é o mesmo de antenas parabólicas. A previsão é que essa nova etapa comece a ser implementada em janeiro de 2023.

A fim de viabilizar esse processo, serão distribuídos kits de antenas que substituirão as parabólicas, para famílias inscritas no cadastro único de programas sociais do governo federal. Neste sentido, estão previstas campanhas informando a população sobre como proceder o agendamento para a troca de equipamento.

 

Kleber Sampaio

Continue lendo

Trending